close

Política

Prefeita Fátima Nascimento implanta novo Parque Comercial e Industrial

PARQUE COMERCIAL E INDUSTRIAL (2)

CASTILHO – Na manhã desta quarta-feira,20, a Prefeita Fátima Nascimento deu mais um importante passo para o desenvolvimento de Castilho. A Chefe do Executivo iniciou a implantação do novo Parque Comercial e Industrial da cidade. Em visita ao local, acompanhada de vereadores e secretários municipais, Fátima determinou que os maquinários já fizessem toda limpeza.

A área de quase oito hectares está localizada as margens da Rodovia Marechal Rondon e faz fundo com o bairro Nova Iorque. Dividido em três quadras, o parque está pré-demarcado com 36 lotes, sendo 12 em cada quadra.

“Com mais esse investimento estamos colocando em prática o nosso slogan de uma Castilho cada dia melhor. Minha expectativa é de atrair muitas empresas interessadas em crescer e desenvolver junto com nossa cidade”, destacou Fátima. “Com mais empreendimentos vamos proporcionar novas frentes de serviços e gerar muito mais empregos”, completou.

Outro que demonstrou otimismo com os feitos da Administração foi o presidente da Câmara, Tião Japonês. Em seu terceiro mandato como vereador, Tião disse que esse projeto era antigo, mas nunca foi executado. “A Prefeita Fátima está de parabéns. Hoje estamos dando um marco inicial a uma batalha que já vem se estendendo a vários anos. Quando projetaram instalar um distrito industrial em Castilho eu já era vereador. Desde então se passaram dois prefeitos e não deram continuidade”, relembrou o Presidente. “E hoje dona Fátima torna realidade esse projeto para que possamos já trazer indústrias e comércios para fortalecer nossa cidade”, opinou.

Além de Tião Japonês, outros vereadores também prestigiaram o lançamento do novo parque comercial e industrial. Entre eles, João Paulo, Waguinho, Flávio Nascimento, Ailton, Waldomiro da Pendengo e Daniel.

Nos próximos dias a Prefeita deverá encaminhar à Câmara o projeto de Lei normatizando os critérios e benefícios aos empresários interessados em investir no local. O próximo passo é dotar a área com infraestrutura

adequada para receber as primeiras empresas. Sistema de iluminação pública, rede de água e esgoto são algumas delas.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Bradesco instala portas giratórias para adequar-se à “Lei de Segurança”

thumbnail_Bradesco instala portas giratórias para adequar-se à “Lei de Segurança”

A Lei Municipal nº 2.700 criada pelo presidente do Legislativo, vereador Sebastião Reis de Oliveira (Tião Japonês, DEM) em parceria com o vereador Juliano Farias (Juliano João de Barro, PMDB), e aprovada por unanimidade em 12 de dezembro do ano passado, continua mudando a rotina de segurança nas agências bancárias instaladas no município. O primeiro efeito da nova legislação foi a proibição do uso de vários aparelhos eletrônicos dentro dos bancos, incluindo os celulares.

Apesar de Leis semelhantes terem sido aprovadas em diversas outras cidades do Brasil, em Castilho a proibição do uso de celulares gerou críticas entre muitos usuários dos serviços bancários. Eles alegam que várias de suas transações financeiras como transferências de valores, pagamento de contas e até a simples consulta de saldo, são facilitados pelo uso de aplicativos das instituições financeiras instalados em seus aparelhos celulares.

Por conta disso, Tião apresentou recentemente uma emenda à própria Lei de sua autoria, revogando a proibição do uso de celulares nas agências bancárias. A medida foi aprovada esta semana pela Câmara e já está em vigor.

As demais exigências legais continuam valendo. Entre elas está a obrigatoriedade dos bancos instalarem portas giratórias com detectores de metais em suas agências. Esta semana, o Banco Brasileiro de Descontos (Bradesco) iniciou sua adequação à nova legislação, instalando as referidas portas. Com esta medida, todas as agências bancárias em funcionamento no município passam a contar com um grau extra de proteção tanto para seus clientes quanto para funcionários.

Até o momento, apenas o Correio, pertencente ao Governo Federal, não se manifestou em relação ao cumprimento da Lei Municipal. Mas a adequação do Bradesco foi comemorada e elogiada pelo presidente da Câmara nesta terça-feira (19) durante entrevista ao JORNAL PORTAL DE NOTÍCIAS: “Fico feliz que a empresa entenda a importância desta regulamentação para a segurança tanto de seus próprios funcionários quanto de seus clientes e parabenizo a gerência local pelo cumprimento da Lei”. Questionado sobre a relutância do Correio em adequar-se à legislação municipal, Tião limitou-se a dizer que a Lei de sua autoria prevê punições para o não cumprimento das determinações, cabendo à Prefeitura fiscalizar e puní-los conforme previsto.

 

 

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Prefeita Fátima Nascimento faz entrega de uniformes para garis

thumbnail_garis roupa nova (2)

CASTILHO – A Prefeita Fátima Nascimento aproveitou a visita que fez ao Almoxarifado da prefeitura para se reunir com boa parte dos garis, que comandam a limpeza pública de Castilho. Ela entregou simbolicamente os uniformes a ser usado a partir de agora pelos servidores. O kit é composto por um par de luvas, dois jogos de camiseta e bermuda, além de um par de sapato.

De acordo com o Técnico em Segurança do Trabalho, Antenor Silva, há muitos anos que esses servidores públicos trabalhavam sem os chamados EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) apropriados.

“Eles não tinham uniformes. Alguns usavam um colete refletivo para evitar acidentes, já que o trabalho deles começa bem cedo. Mas não era apropriado”, explicou Silva. “O novo fardamento já vem com as faixas refletivas e atende todas as normas de segurança”, completou. A entrega foi feita na presença do diretor de Vias e Logradouros, Joaquim Nunes, bem como do Técnico em Segurança do Trabalho, Antenor Silva.

Segundo a prefeita, todos os servidores deverão trabalhar uniformizados. A entrega foi feita na presença do coordenador da Limpeza Pública, diretor de Vias e Logradouros, Joaquim Nunes, e da equipe da Gestão Pública Municipal.

Na oportunidade os garis agradeceram a gestão e demonstraram contentes com a atenção recebida do governo da Prefeita Fátima Nascimento.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Assistência Social inicia mais um curso gratuito de Designer de Sobrancelhas

pentear-sobrancelha-escovinha-1116-1400×800

A administração da prefeita Fátima Nascimento (DEM) continua proporcionado para a população cursos profissionalizantes totalmente gratuitos e capazes de ajudar os munícipes a complementar a renda doméstica ou até mesmo iniciar o próprio negócio.

Os cursos são realizados na própria Secretaria da Assistência Social e Cidadania (SASC), e um dos mais atrativos deles é o Designer de Sobrancelhas e Depilação, que iniciou uma nova turma nesta segunda-feira, 18. Este rentável curso é realizado numa parceria da Prefeitura de Castilho com o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, através do programa Escola da Beleza.

Para se ter uma ideia da grande procura por estes cursos, a secretária da pasta, Lilian Nascimento, anunciou rapidamente através das redes sociais na manhã desta segundo que ainda haviam duas vagas disponíveis para as duas mulheres com idade igual ou superior a 18 anos que chegassem primeiro ao Fundo Social de Solidariedade levando consigo o RG, CPF e cópia de um comprovante de residência atual. Segundo Andrea Lopes, responsável pelo cadastramento das interessadas, a vaga foi preenchida em apenas alguns minutos, reafirmando a importância das redes sociais neste tipo de comunicado.

Quem perdeu a chance de participar, não precisa ficar preocupado. Lilian lembra que são vários os cursos oferecidos e os interessados devem procurar o Fundo Social e se candidatar às vagas que serão chamados sempre que uma nova turma for formada.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Castilho é contemplada com Projeto Sala Verde

15167688_1159289217512209_1653489548259593980_o

CASTILHO – O Ministério do Meio Ambiente divulgou o resultado do Edital de Chamada Pública para seleção de Salas Verdes. Em todo o Brasil apenas 311 municípios que tiveram entre 15 e 30 pontos foram contemplados. Castilho com 23 pontos ficou a frente até mesmo de Araçatuba que obteve 17 pontos. O Município de Castilho foi classificado em primeiro lugar dentre as selecionadas da região da Alta Noroeste Paulista.

O Projeto Salas Verdes do Ministério do Meio Ambiente consiste na criação de um espaço capaz de estimular o processo educativo vinculado às questões ambientais locais, regionais e globais, proporcionando uma reavaliação da conduta humana diante do meio em que vivemos, com vistas à sustentabilidade.

A Prefeita Fátima Nascimento demonstrou felicidade ao receber a notícia. “Essa era nossa meta. Estarmos entre as cidades selecionadas para ter oportunidade de mostrar o quanto estamos levando a sério a questão da sustentabilidade em Castilho. Aliás, essa é uma das ações necessárias para quem busca o título de MIT (Município de Interesse Turístico). Isso prova que estamos bem respaldados de documentos e estamos no caminho certo”, considerou a Prefeita. A Chefe do Executivo diz que Castilho também luta para obter o selo de município Verde Azul. “Para isso, estamos demonstrando o potencial de Castilho para também obtermos o tão sonhado reconhecimento perante os órgãos competentes. Como estamos no mês do Meio Ambiente vamos intensificar nossa força-tarefa nesse sentido”, completou.

_MG_1284

O local do futuro Centro de Educação Ambiental – Sala Verde Castilho será no CIEC (Centro Integrado de Educação e Cultura “José Miguel Nascimento”. A Sala Verde Castilho atenderá técnicos vinculados à questão socioambiental; profissionais ligados à educação; organizações não governamentais e, sobretudo a comunidade escolar que inclui pais e alunos. Para sucesso do Projeto, a Prefeita montou uma equipe altamente qualificada, envolvendo engenheiro ambiental e profissionais da Educação. O coordenador do CEA Sala Verde será o especialista ambiental Fabiano Augusto Santiago Castilho Teno. A secretária de Educação, Tânia Nascimento, será a Coordenadora Pedagógica, e a responsável pelo Setor Administrativo será Luzinete Guedes. A Educadora Ambiental Márcia Maria de Souza será responsável pelas palestras e cursos. Ela é graduanda em Psicologia e dará apoio no CEA, nas palestras e cursos desenvolvidos.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Comissões investigam se “José Fortuna” cumpriu Plano de Trabalho assumido com a Saúde

thumbnail_Comissões investigam se “José Fortuna” cumpriu Plano de Trabalho assumido com a Saúde – DESTAQUE

Análise preliminar sugere que a instituição não cumpriu o combinado e contas já teriam sido reenviadas ao Hospital para revisão e correção de “inconsistências”

Esta semana, a Prefeitura de Castilho estará depositando R$ 400 mil na conta do Hospital “José Fortuna” – entidade privada mantida pela Sociedade Beneficente de Castilho. O dinheiro é referente aos serviços prestados pela instituição à população castilhense e pagos com os seus impostos. Entre estes serviços, estão as internações de pacientes realizadas nestes cinco primeiros meses do ano.

Com este valor, os repasses totais feitos pelos cofres públicos municipais ao hospital local somente neste primeiro semestre do ano, totalizarão R$ 1,5 milhão (um milhão e meio de Reais), ou seja, a metade dos até R$ 3 milhões que a Prefeitura está autorizada – pela Lei Orçamentária de 2018, a repassar em subvenções feitas àquela entidade.

Estes números não chamariam tanta atenção se não fosse possível compará-los com pagamentos feitos pelo Governo de Castilho a outras instituições de Saúde que acolhem pacientes do município. Nossa reportagem teve acesso exclusivo a documentos que apontam um disparate enorme entre os valores cobrados pelo Hospital José Fortuna e outros estabelecimentos de saúde privados da região.

O mais chamativo deles é o valor recebido pela Santa Casa de Andradina referente às internações de pacientes castilhenses durante todo o mês de maio. No total, a Prefeitura pagará neste mês de junho àquela instituição, a importância de R$ 33.433,09 referentes às internações ocorridas no quinto mês do ano.

thumbnail_Comissões investigam se “José Fortuna” cumpriu Plano de Trabalho assumido com a Saúde - INTERNA1

Além do valor insignificante -se comparado ao total destinado neste mesmo mês de junho ao hospital castilhense-, chama a atenção a diferença gritante entre a quantidade de pacientes internados em cada um destes estabelecimentos de saúde em maio. Enquanto a Santa Casa de Andradina internou 373 pacientes de Castilho, o Hospital José Fortuna internou cerca de 39 no mesmo período.

Trocando em miúdos, Andradina receberá R$ 89,63 por cada paciente castilhense internado naquele mês. Nossa reportagem não conseguiu apurar quanto custou para a Prefeitura cada uma destas quase 40 internações de castilhenses feitas pela instituição filantrópica local.

Mas é importante frisar aos cidadãos que os R$ 400 mil que serão pagos agora pela Prefeitura de Castilho ao “José Fortuna” não se refere exclusivamente às internações. Segundo informou a Secretária de Saúde Janini Nascimento, a partir de 2016, uma Portaria do Ministério da Saúde proíbe terminantemente as Administrações Municipais de repassarem apenas as subvenções a qualquer instituição filantrópica sem elaborar um Plano de Trabalho relacionando cada serviço a ser executado no período. Neste ano de 2018, o Plano entregue pela Secretaria Municipal de Saúde ao hospital local, fixa o pagamento de até R$ 1,5 milhão em cinco parcelas, sendo estes R$ 400 mil mencionados no início da reportagem, a parcela final deste primeiro semestre. Ao término de cada seis meses, a instituição é obrigada a apresentar Prestação de Contas detalhando cada um dos serviços prestados ao Município no período.

O leitor atento deve ter observado que nossa reportagem frisou sempre a palavra “até”, antes de referir-se aos valores transferidos a título de subvenção social. O motivo é simples: o Município não é obrigado a repassar integralmente os valores, caso a instituição beneficiária não cumpra com suas obrigações assumidas com o erário!

PENTE FINO – Nossa reportagem apurou que o “José Fortuna” já entregou a Prestação de Contas do primeiro semestre e que esta está sendo analisada primeiramente pelas Comissões Internas da Prefeitura. Nas análises iniciais, as contas teriam sido devolvidas à instituição por conterem inconsistências com o Plano de Trabalho contratado pela Secretaria de Saúde. Após passar pelas Comissões Internas da Prefeitura, as contas seguem para análise do Conselho Municipal de Saúde castilhense. Outro filtro implementado pela prefeita Fátima Nascimento (DEM) logo após o início de seu governo é a Comissão de Monitoramento e Avaliação das Parcerias com o 3º Setor. Essa comissão vem analisando o desempenho de todas as entidades que prestam serviços de Saúde ao Município, inclusive se os valores aplicados correspondem ao serviço prestado. Fátima é a primeira Chefe do Executivo local a se preocupar com esse controle. Ele é realizado ao término de cada seis meses, mas a Comissão de Monitoramento e Avaliação das Parcerias com o 3º Setor analisa as prestações de contas mês a mês.

PROJEÇÃO – Enquanto não obtemos acesso ao número exato de internações realizados mensalmente pelo “José Fortuna” bem como ao valor cobrado por eles pelo serviço, é possível fazer uma projeção que, por si só, corrobora a sugestão de que a instituição não esteja cumprindo sua parte no Plano de Trabalho assumido com o dinheiro público.

Supondo-se que em cada mês deste primeiro semestre o hospital local tenha realizado a média de 35 internações, ainda assim, o total geral dos seis meses seria quase duas vezes e meia menor que o realizado em Andradina em apenas 30 dias.

Outra análise possível é que, se os mesmos R$ 33 mil pagos pela Prefeitura de Castilho à Santa Casa de Andradina fossem pagos ao José Fortuna em maio e mantivéssemos as mesmas quantidades de internações de cada um nos mesmos 30 dias, cada internação do hospital local teria custado acima de R$ 857,00 para os cofres públicos. Um valor absurdo se comparado ao pago à Santa Casa de Andradina!

Mantendo esta linha de pensamento, os mesmos R$ 857,00 por cada paciente, seria suficiente para reservarmos 01 diária completas num apartamento duplo, com vista para o mar, no hotel Hilton Copacabana, no Rio de Janeiro, com direito a muitos outros benefícios da estadia neste que é um dos hotéis mais luxuosos do litoral brasileiro.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Prefeita Fátima leva recapeamento para bairros Leão e Alvorada

thumbnail_recape (2)

CASTILHO – Em pleno domingo, a Prefeita Fátima Nascimento foi conferir de perto o trabalho de recapeamento asfáltico que iniciou ainda no sábado,09. Com investimentos de quase R$ 200 mil, a obra atende algumas ruas do bairro Leão e outras do jardim Alvorada. De acordo com o secretário municipal de Obras, Willian Calestini, parte dos recursos vem do Governo Federal (Ministério das Cidades) e a outra parte é contrapartida do próprio município.

Durante acompanhamento da obra, a Prefeita conversou com alguns moradores das ruas Luiz Buzachero e Pedro Porfírio Moitinho, ambas no Leão I, que demonstraram agradecimento a Chefe do Executivo. “Obrigada dona Fátima. Agora sim dá gosto de ver nossa rua. Estava muito feia”, disse a dona casa Maria dos Santos.

No jardim Alvorada, o recapeamento iniciou neste domingo,10, na rua Osvaldo Serrano. Embora várias outras ruas deste bairro estejam em situações precárias, esta rua era a mais deteriorada. O presidente da Associação Comercial de Castilho, Dirceu Nunes – que tem propriedades no trecho beneficiado, elogiou o trabalho da Administração e admirou que a obra estivesse sendo executada em pleno domingo.

Antes da empresa Skala iniciar o serviço no local, Fátima Nascimento também fez questão de passar pela rua. Outro que parabenizou a Prefeita foi o presidente da Câmara, Tião Japonês. “Eu já vinha reivindicando essa obra da prefeitura há algum tempo. Muitos moradores cobravam de mim alguma atitude e várias vezes tratei desse assunto com dona Fátima”, relatou Tião, demonstrando estar satisfeito.

De acordo com a Prefeita, esse recape só atenderá duas ruas do bairro. Mas há outro convênio em andamento para recapear o bairro todo. “Já temos o projeto orçado em R$ 600 mil e na próxima etapa vamos atender todas as demais ruas que também estão necessitadas”, concluiu Fátima.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

João Paulo pede instalação de Academia ao Ar Livre e placas no Housome

João Paulo

Com várias famílias que investiram suas economias na compra de lotes e construção da própria moradia para fugir do alto custo do aluguel, o Condomínio Housome, localizado no bairro Laranjeiras, segue em constante crescimento e com número cada vez maior de famílias residindo nos novos lares.

Apesar disso, o local é um dos poucos núcleos residenciais ainda desprovido de quaisquer opções de esporte e lazer. E o pior: suas ruas ainda não possuem sequer placas de nomenclatura, o que dificulta a localização de imóveis por carteiros, entregadores de produtos e até mesmo cidadãos convidados a visitar algum amigo ou familiar.

Atento a esta realidade, o vereador João Paulo Araújo (PTB) encaminhou na manhã desta segunda-feira (04) uma Indicação na qual pede à prefeita democrata Fátima Nascimento que providencie a instalação de uma Academia de Ginástica ao Ar Livre na área verde daquele núcleo habitacional e que providencie a imediata colocação de placas indicando os nomes de cada rua do Housome.

O pedido do vereador em benefício das dezenas de famílias que residem no local será estudado pela Prefeitura

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Uso de celulares em bancos pode voltar a ser permitido

thumbnail_Uso de celulares em bancos pode voltar a ser permitido – DESTAQUE

A Câmara Municipal de Castilho iniciou na manhã desta segunda-feira (04) as discussões em torno de uma proposta apresentada pelo presidente da Casa, vereador Sebastião Reis de Oliveira (Tião Japonês, DEM), visando alterar parte da Lei Municipal nº 2.700, que desde o início deste ano, proíbe o uso de aparelhos celulares no interior das agências bancárias instaladas no município.

A Lei Municipal foi apresentada pelo próprio presidente em parceria com o vereador Juliano Farias (Juliano João de Barro, PMDB) e aprovada por unanimidade em 12 de dezembro do ano passado. Em seus artigos, ela determina que as agências adotem medidas de segurança para dar mais proteção aos seus clientes e funcionários. Entre as ações determinadas estão a instalação de portas giratórias com detectores de metais e a proibição do uso de vários aparelhos eletrônicos dentro dos bancos, incluindo os celulares.

Apesar de Leis semelhantes terem sido aprovadas em diversas outras cidades do Brasil, em Castilho gerou críticas entre muitos usuários dos serviços bancários. Eles alegam que várias de suas transações financeiras como transferências de valores, pagamento de contas e até a simples consulta de saldo, são facilitados pelo uso de aplicativos das instituições financeiras instalados em seus aparelhos celulares.

Por conta disso, Tião afirma ter recebido muitas queixas de populares e principalmente empresários locais, reconhecendo o impacto negativo desta proibição. Com a alteração proposta por ele, todas as demais regras da Lei 2.700 continuam valendo e apenas o uso dos celulares volta a ser permitido nos bancos.

A proposta de mudança ainda não foi aprovada pela Câmara e a expectativa é que ela ocorra nas próximas semanas. Tão logo seja aprovada pelo Legislativo, a medida terá efeito quase imediato.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Produtores de urucum podem ganhar reforço de colheitadeira municipal

Produtores de urucum podem ganhar reforço de colheitadeira municipal

Um Requerimento enviado à prefeita Fátima Nascimento (DEM) pelo vereador Daniel Batista de Oliveira (PRB) nesta segunda-feira, dia 28, pode ajudar os pequenos produtores rurais do município que decidiram investir no plantio de urucum (colorau) a dinamizar a colheita da produção e buscar melhores opções de negócio com os principais negociantes do setor.

No documento, Daniel defende a possibilidade da Prefeitura adquirir uma máquina colheitadeira/descachopadeira, colocando-a à disposição dos produtores locais para auxiliar na colheita da produção.

Se a sugestão do parlamentar for acatada pela Administração, o novo maquinário beneficiará dezenas de assentados que transformaram Castilho num dos maiores produtores de urucum no Estado de São Paulo.

A proposta será estudada pela Prefeitura, que deve se pronunciar sobre o assunto nos próximos dias.

 

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...
1 2 3 22
Page 1 of 22