close

Política

thumbnail_viveiro-de-mudas-biovert2

Daniel pede a reativação do ‘Viveiro de Mudas’

Com a indicação nº 228/2017, o Vereador Daniel Batista de Oliveira, quer a ‘Reativação do Viveiro de Mudas’ de Castilho.

De acordo com a Indicação o propósito é que os castilhenses tenham um local para retirar mudas de árvores frutíferas e também espécies nativas, assim colaborando para arborização do município.

O Vereador ainda solicita que além das doações aos munícipes o projeto possa se estender para o reflorestamento de matas ciliares como também recompor as matas degradadas, áreas verdes, dando assim ênfase à conscientização ambiental.

Castilho já foi uma referência nesse tipo de projeto, porem hoje não existe mais um viveiro de mudas municipal. Parcerias com empresas privadas e Governo Federal são alternativas para viabilizar o projeto.

A indicação foi aprovada por unanimidade e segue para apreciação da Prefeita Fátima Nascimento.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Prefeita reúne equipe técnica para anunciar Projeto Integração

Laranjeiras2

Visando atender uma das vertentes da Lei de Responsabilidade Fiscal, a prefeita Fátima Nascimento quer por em prática a integração de seu governo com a população. Na manhã desta terça-feira,10, Fátima se reuniu com a equipe técnica da Administração para anunciar o “Projeto Integração”.

O bairro escolhido para iniciar as ações foi o Laranjeiras, um dos mais antigos e mais populoso da cidade. De acordo com levantamento da Secretaria Municipal de Saúde, que realiza trabalho casa a casa via agentes comunitários, são quase duas mil residências naquela área.

Para o Projeto Integração, a prefeita Fátima convocou os representantes da Secretaria de Educação, Departamentos de Meio Ambiente, Cultura, Desporto e Lazer, Fundo Social de Solidariedade e Secretaria de Saúde. “A proposta é justamente essa, unir os setores para trabalharem em conjunto em prol da comunidade”, explicou Fátima.

Conforme o cronograma pré-estabelecido, o projeto será lançado no dia 20 de outubro às 20 horas na entrada no bairro, em frente a Academia ao ar livre, próximo ao mercado Miranda. Durante uma semana, as equipes de Obras, Saúde e Meio Ambiente farão um mutirão por todo o Laranjeiras. A finalização do projeto será no sábado seguinte, dia 28, quando a prefeita se reunirá com os moradores para um café da manhã e avaliação das ações realizadas.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Reforma política: saiba o que muda nas eleições de 2018

Proposta-de-Reforma-Politica-No-Brasil-15

 

Após meses de discussão, deputados e senadores aprovaram no fim do prazo a reforma política. As novas regras foram sancionadas pelo presidente Michel Temer e algumas já passarão a valer para as eleições de 2018.

Entre as novidades estão a criação de um fundo com recursos públicos para financiar campanhas para compensar o fim das doações de empresas (proibida pelo Supremo Tribunal Federal), a adoção de uma cláusula de desempenho para os partidos, o fim de coligações partidárias a partir de 2020 e a determinação de um teto de gastos para candidaturas.

Ao sancionar a reforma, o presidente vetou proposta que determinava que os sites suspendessem, em no máximo 24 horas, sem decisão judicial, a publicação de conteúdo denunciado como “discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa em desfavor de partido ou candidato”. A proposta foi alvo de críticas de parlamentares e de várias entidades do setor de comunicação.

 

Confira o que muda a partir das eleições de 2018:

Cláusula de desempenho

Como era: todos os partidos recebiam uma parcela do fundo partidário, e o tempo de propaganda em emissoras de televisão e de rádio era calculado de acordo com o tamanho da bancada de cada legenda na Câmara dos Deputados.

Agora: os partidos precisam atingir um desempenho eleitoral mínimo para ter direito a tempo de propaganda e acesso ao fundo partidário. Para 2018, os partidos terão que alcançar, pelo menos, 1,5% dos votos válidos, distribuídos em, no mínimo, nove estados, com ao menos 1% dos votos válidos em cada um deles. Como alternativa, as siglas devem eleger pelo menos nove deputados, distribuídos em, no mínimo, um terço das unidades da Federação. As exigências aumentarão gradativamente até 2030.

Fundo eleitoral

Como era: não existia. Partidos e candidatos podiam receber doações somente de pessoas físicas e não havia verba pública destinada diretamente a campanhas eleitorais.

Agora: foi criado um fundo eleitoral com dinheiro público para financiamento de campanhas eleitorais. O fundo, estimado em R$1,7 bilhão, terá a seguinte distribuição: 2% igualmente entre todos os partidos; 35% entre os partidos com ao menos um deputado na Câmara, 48% entre os partidos na proporção do número de deputados na Câmara em 28 de agosto de 2017 e 15% entre os partidos na proporção do número de senadores em 28 de agosto de 2017.

Arrecadação

Como era: os candidatos podiam iniciar a arrecadação apenas em agosto do ano da eleição, mas o acesso ao dinheiro estava condicionado ao registro da candidatura.

Agora: os candidatos podem arrecadar recursos em campanhas online (crowdfunding) a partir de 15 de maio do ano eleitoral. Além disso, os partidos podem vender bens e serviços e promover eventos de arrecadação. Empresas estão proibidas de financiar candidatos.

Limite para doações

Como era: as pessoas físicas poderão doar 10% do rendimento bruto declarado no ano anterior à eleição.

Agora: não mudou. O presidente Michel Temer vetou item que previa um teto de 10 salários mínimos.

Limite para gastos

Como era: sem limite.

Agora: haverá limite de gasto com valores distintos conforme o cargo que o candidato almeja:

Presidente: R$ 70 milhões no primeiro turno e metade desse valor em caso de segundo turno.

Governador: entre R$ 2,8 milhões e R$ 21 milhões, dependendo do número de eleitores do estado.

Senador: entre R$ 2,5 milhões e R$ 5,6 milhões, dependendo do número de eleitores do estado.

Deputado federal: R$ 2,5 milhões.

Deputado estadual/distrital: R$ 1 milhão.

Debates

Como era: emissoras de televisão e rádio eram obrigadas a convidar candidatos de partidos com mais de nove deputados na Câmara dos Deputados.

Agora: esse número foi reduzido para cinco.

Voto impresso

Como era: não havia. O voto dos eleitores ficava registrado apenas na urna eletrônica.

Agora: o voto deverá ser impresso a partir da eleição de 2018, mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já comunicou que não terá orçamento para implementar a medida em todo o Brasil no próximo ano.

 

 

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Giovany repudia “arte nua”, pedofilia e ideologia de gênero

Giovany

Esta semana, da tribuna, o vereador Giovany Vicente disparou sua indignação contra os novos conceitos de “arte”, e supostas políticas públicas que, em tese foram moldadas para, supostamente, combate a homofobia, pedofilia e favorecer a liberdade de expressão no País.
Giovany é professor na rede municipal, católico praticante, e portanto na vereança não poderia posiciona-se diferentemente à preservação dos bons costumes, ética, moral, da família, das crianças, logo desaprova as políticas e movimentos que visam a desconstrução dos conceitos e que abrem as portas para a pedofilia.

Recentemente as crianças e famílias brasileiras vem sendo alvo de campanhas atentatórias como a “ideologia de gênero”. Em tese essa ideologia afirma que o menino não nasce menino e nem a menina nasce menina, trata-se pois de um processo de construção de identidade onde a sociedade e as experiências determinarão o que “serão quando crescer”.

Para a ideologia de gênero, “o menino pode nascer no corpo de menina e as meninas, no de meninos.

Giovany convidou seus colegas de parlamento a assinarem uma moção repudiando os episódios recentes, e que viralizaram nas redes sociais, sobre crianças sendo estimuladas a tocar um homem nu, e sobre exposição de “arte” apresentando orgias, homossexualidade, anticristo e zoofilias, patrocinados com dinheiro público.

O vereador demonstrou preocupação com os acontecimentos pois teme o adventos desses conceitos no Município. Também chamou de safadeza, o que chamam de “arte”, a exposição de crianças às portas da pedofilia.

Por fim, Giovany disse respeitar as preferências individuais, mas foi duro quanto à desfaçatez que são as atuais políticas que “visam ensinar” homossexualidade dentro das escolas.
O vereador Itamar Vieira comungou do discurso de Giovany e afirmou assinar todas as moções de repúdio propostas pelo colega professor.

luciano noia

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Tião pede ao Município que crie “Plano Emergencial Contra Escorpiões”

311c7a139d34478f4cc28697a0dd711e

 

Escolas, creches e todas as repartições públicas do Município seriam alvos prioritários da ação proposta pelo vereador

 

O presidente da Câmara Municipal de Castilho, vereador Sebastião Reis de Oliveira (“Tião Japonês”, do DEM), sugeriu esta semana à Prefeitura que implemente um “Plano Emergencial Contra os Escorpiões”.

A proposta segue o exemplo adotado numa ação rápida da Prefeitura de Araçatuba, onde recentemente foram registradas duas mortes de crianças picadas por escorpiões em creches pertencentes ao Município.

Tião chama a atenção da Prefeitura para os vários relatos feitos por castilhenses sobre a aparição destes animais em suas residências, destacando que as maiores vítimas são crianças, já que estas não entendem o perigo que os escorpiões representam a suas próprias vidas.

Ele reconhece que o problema tem se manifestado em toda a região conforme as notícias divulgadas pela imprensa e, por isso mesmo, pede à Prefeitura que adote medida semelhante à de Araçatuba, que realizou uma mutirão em todas as unidades escolares (principalmente nas creches), com o objetivo de eliminar todos os possíveis criadouros de escorpiões.

A sugestão é que, além da “operação pente fino” nas unidades escolares municipais e outras repartições públicas, a Prefeitura peça aos Agentes de Saúde que intensifiquem a divulgação de informações sobre o combate a estes animais, utilizando quaisquer meios que estiverem ao seu alcance, seja na mídia, no boca a boca, nas redes sociais, blogs, sites e etc..

Marco Apolinário – Grupo Portal

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Câmara rejeita denuncia grosseira contra o instrutor e vereador Waguinho

21691311_1456286544479140_1069637087_n

Wagner de Souza Oliveira, o Waguinho, foi alvo de uma denuncia protocolada, na secretaria da Câmara de Castilho, por uma munícipe da cidade de Três Lagoas, que o acusara de cometer “atos obscenos” quando Waguinho, em seu oficio de instrutor de auto escola, teria cometido tamanha ofensa.

Waguinho contou com a isonomia do plenário para que a frágil denuncia fosse rejeitada, haja vista sua conduta ética vivenciada publicamente durante toda sua vida profissional e no seio familiar.

Além disso a denunciante não apresentou quaisquer provas contra o vereador, mencionando apenas um suposto inquérito em trâmite na esfera civil. Ademais, a treslagoense sequer anexou seus documentos pessoais à denuncia, e o corpo do documento teve menos de 10 linhas para expor um assunto tão complexo e duvidoso.

Diante da fragilidade dos já vagos argumentos e do amadorismo documental, o plenário rejeitou a denuncia, resultado já aguardado.

O vereador Giovany Vicente usou a tribuna em defesa do colega parlamentar, “Estamos vivendo num país onde se aprendeu um jeitinho; onde se aprendeu a malandragem e onde se aprendeu as meias verdades; eu quero dizer que uma “meia verdade é uma mentira”… o que está acontecendo aqui é que a denuncia não está trazendo os requisitos básicos, e por isso eu voto pra que a denuncia não continue…”, desabafou Giovany, que teve sua fala elogiada pelo presidente Tião Japonês.

Já o vereador Flávio Nascimento ironizou o documento ao comentar, em outros termos, que “se foi advogado quem escreveu a denuncia, que este advogado deveria voltar a estudar porque não sabe o que está fazendo, referindo-se a fragilidade do conteúdo e à gritante ausência de provas”.
O vereador Itamar Vieria não se pronunciou na tribuna, mas comungou das palavras do colega Giovany, e disse ainda que acredita no caráter profissional e na conduta leal de chefe de família, referindo-se a Waguinho.

luciano noia pereira

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Prefeitura de Castilho oferecerá estágio a jovens e adolescentes do município

CAMARA-DE-CASTILHO

A Câmara de Vereadores foi unânime em aprovar na manhã de hoje (18) um projeto capaz de mudar significativamente a vida de dezenas de jovens e adolescentes castilhenses em idade escolar. A partir de agora, a Prefeitura de Castilho está autorizada a abrir vagas para estágio em todas suas repartições públicas. A excelente notícia beneficiará diretamente todos os alunos do município que estejam cursando o ensino médio, cursos técnicos ou superiores na região.

Para selecionar os estudantes e preencher as vagas, a prefeita Fátima Nascimento (DEM) está firmando parceria com o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), de Andradina, que realizará as provas com os candidatos.

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura deve divulgar nos próximos dias como este processo será realizado, bem como informar aos castilhenses se o estágio será ou não remunerado, a carga horária de estágio, número e local das vagas oferecidas. Independente do estágio ser ou não remunerado, a Câmara entende que a medida é necessária para auxiliar os alunos em sua formação e prepará-los para o competitivo e escasso mercado de trabalho.

marco apolinário

 

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Fátima derruba obras do antecessor Joni Buzachero – o fim dos quiosques na Matriz

21618313_10210358210540690_1772725038_o

Na manhã desta segunda-feira (11/09), a prefeita de Castilho, Fátima Nascimento (DEM), corrigiu um problema efetivado pelo ex-prefeito do município, Joni Buzachero (PSDB), com o fechamento da avenida Getúlio Vargas, na altura da Praça da Matriz e ordenou a demolição dos 8 quiosques existentes no local.

Os quiosques foram construídos em substituição ao comércio ambulante do local, realizado em sua maioria por trailer de lanches, mas após a construção dos “elefantes brancos”, praticamente acabou com o comércio daquela localidade, pois os quiosques não funcionaram por mais de 1 ano e consequentemente acarretou com a extinção do comércio, principalmente de gêneros alimentícios (lanches).

“Por anos a avenida Getúlio Vargas ficou funcionando neste trecho em mão única, o que de certa forma gerou transtornos para os motoristas, pois em uma avenida é importante que a mesma tenha trânsito nos dois sentidos, então estamos corrigindo essa imperfeição de anos, mas principalmente pensando em melhores condições de locomoção até o hospital. Os quiosques foi uma idealização sem utilidade, tanto para o municípios como aos munícipes, então tomamos a decisão de reabrir a via pública, da forma que sempre foi e que nunca deveria ter sido interrompida” – justificou a prefeita, Fátima Nascimento, que esteve no local acompanhando o início dos trabalhos, acompanhada dos vereadores, Flávio Nascimento e Itamar Vieira, além do secretário de Administração Jorge Abdalla e do secretário de Obras e Urbanismo, Willian Calestini.

Em uma faixa de aproximadamente 200 metros, entre as ruas Nagib Muana Zahr e a Osório Junqueira, o ex-prefeito de Castilho Joni Marcos Buzachero fechou a avenida Getúlio Vargas em 2008, para “revitalização” da Praça da Matriz, deixando a avenida com apenas um dos sentidos, o que além de atrapalhar o trânsito, também criava transtornos para ambulâncias que precisavam trafegar pela contramão ou contornar as ruas, aumentando em mais de 300 metros o trajeto até o Hospital “José Fortuna”.

A obra de revitalização da praça e construção do portal de entrada teria consumido segundo dados do Portal Transparência do Governo Federal, R$ 1.289.754,12, sendo R$ 682.500,00 do Ministério do Turismo e R$ 607.254,12 do erário público municipal como contrapartida do convênio firmado em 2007 e publicado no Diário Oficial da União em janeiro de 2008, idealizado pela gestão do ex-prefeito Joni Buzachero.

“Ao meu ver, essa derrubada  era necessária a muito tempo, pois o local estava servindo de ponto de aglomeração de jovens ociosos, sem falar que a construção destes quiosques atrapalhou o comércio nesta localidade, pois a avenida neste trecho ficou praticamente morta e os quiosques também não serviram para absolutamente nada, a não ser desperdiçar dinheiro público, uma vez que não havia nenhuma necessidade da construção dos mesmos neste local. Agora com essa demolição, esperamos que o fluxo de veículos seja estabelecido, além da sensação de segurança para nós comerciantes e moradores das abrangências da praça. Esta é a única avenida de Castilho e mesmo assim ficou com uma faixa interditada, sem possibilidade de chegar a estação ou no hospital, o que é o mais importante, pois em casos de emergências, às ambulâncias tinham que trafegar pela contramão” – analisou o comerciante e morador da avenida, Sidnei Marcos Lameu.

Segundo a administração municipal parte dos materiais serão reaproveitados em outros empreendimentos, como as portas, janelas e telhas. A reabertura da avenida contará com os materiais e mão de obra dos servidores públicos municipais, não gerando custos com terceirização.

José Carlos Bossolan

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Vereador propõe fim do recesso da Câmara Municipal Bataguassu

andre1-700×357

O vereador André Bezerra (PT) protocolou na última segunda feira (07/08) na Câmara Municipal, uma indicação para acabar com o recesso concedido aos vereadores no mês de julho.
Atualmente a Câmara de Vereadores de Bataguassu possui dois recessos, sendo um no período de 15 de dezembro a 15 de fevereiro e outro do dia 30 de junho ao dia 1 de agosto de cada ano.
Caso a resolução seja aprovada, os vereadores deixariam de ter o recesso do mês de julho.
“Não é justo que enquanto o trabalhador comum tenha apenas 30 dias de férias, um vereador tenha 90 dias, além disso, a redução do recesso irá possibilitar que nós vereadores votemos os projetos e requerimentos que beneficiam a população de maneira contínua”, comentou destacou.
Segundo André Bezerra, a proposta deverá ser analisada pela mesa diretora da Câmara e votada nas próximas sessões.
“Esse projeto vai ao encontro da vontade da população. Acredito que terei o apoio dos demais colegas vereadores”, pontuou o vereador.

visto no arapuams

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

PMRE apreende pasta base de cocaína e maconha que seriam entregues em Três Lagoas

pmrf

Mais de 89 quilos de maconha e cerca de 2 quilos de pasta base de cocaína foram apreendidos na quinta feira (24) pela Polícia Militar Rodoviária Estadual (PMRE) de Três Lagoas. Um homem de 43 anos foi preso em flagrante.

Segundo informações policiais, por volta das 14h30 os policiais realizavam blitz as margens da rodovia MS-395- entre Bataguassu e Brasilândia –  e o motorista de um veículo com placas de Campo Grande-MS recebeu ordem de parada. Os policiais em conversa com o suspeito – que é representante comercial – perceberam que o condutor do carro apresentava sinais de nervosismo e contradições em respostas a respeito do destino da viagem.

Os policiais resolveram então fazer uma busca minuciosa no veículo e perceberam que existia vestígios de que um fundo falso foi feito no carro e dentro do local foram encontrados 101 tabletes de maconha e 02 tabletes de pasta base de cocaína.

Questionado pelos policiais, o representante comercial confessou que pegou o veículo – “já preparado” – na cidade de Campo Grande/MS e teria que deixar no pátio de um posto de combustível de Três Lagoas. O suspeito disse que iria receber dez mil reais pelo “serviço”, mas não revelou o nome da pessoa que receberia o veículo com as drogas.

O condutor do carro recebeu voz de prisão e foi levado até a Delegacia de Polícia Civil de Brasilândia e foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Por Celso Daniel

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...
1 2 3 14
Page 1 of 14