close

Policial

Homem de 27 anos é preso por tráfico em Castilho

b76d69f2-ec64-4f04-ab43-f17e85b507d7

O TOR – Tático Ostensivo Rodoviário – apreendeu 566 tabletes de maconha em um caminhão, em Castilho, nessa quarta-feira (12). Esta é a segunda ocorrência identificada esta semana , na região.
O 2° BPR estava em fiscalização de combate ao tráfico e parou um caminhão Ford F-4000 prata, com placa do Mato Grosso do Sul que se dirigia ao sentido leste da rodovia Marechal Rondon. O homem de 27 anos ficou nervoso com a abordagem, levantando suspeitas. Os policiais fizeram busca minuciosa e encontraram um fundo falso na carroceria do veículo. O homem não deu informações de seu destino e recebeu voz de prisão por tráfico. A ocorrência foi encaminhada para delegacia seccional de Andradina, aonde o homem recebeu voz de prisão e permanece a disposição da justiça.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Aposentadoria de policiais e professores entra em discussão na Câmara

download

A Câmara dos Deputados retoma nesta semana as audiências temáticas da comissão especial que analisa a Proposta de Emenda à Constituição da reforma da Previdência (PEC 6/19). Entre os temas estão o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e o abono salarial, a aposentadoria do trabalhador rural e de categorias com critérios diferenciados como professores, policiais e magistrados.

Na terça-feira (21), o colegiado convidou o assessor-chefe-adjunto da Presidência da República, Arthur Bragança Weintraub, o professor do Instituto de Economia da Universidade de Campinas (Unicamp), Pedro Rossi, a pesquisadora do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Luciana Jaccoud, e o diretor de programa na Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, Leonardo Rangel, para debater BPC e abono salarial.

A aposentaria do trabalhador rural será discutida na quarta-feira (22) com o secretário especial adjunto de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, com a advogada Jane Lúcia Berwanger, representante Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBPD) e com representante da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag).

As categorias com critérios diferenciados de aposentadoria serão debatidas na quinta-feira (23) com o secretário adjunto de Previdência no Ministério da Economia, Narlon Gutierre Nogueira, e com o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimento de Ensino (Contee), Gilson Reis.

Reforma tributária

Em paralelo à discussão sobre a mudança nas regras de aposentadoria dos trabalhadores, deputados também analisarão o texto da reforma tributária (PEC 45/19). Na quarta-feira (22), a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara deve votar o relatório sobre a admissibilidade da PEC. O relator do texto, deputado João Roma (PRB-BA), apresentou seu parecer na semana passada.

A proposta institui Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS) que substitui três tributos federais – IPI, PIS e Cofins -, o ICMS, que é estadual, e o ISS, municipal. Todos eles incidem sobre o consumo. O IBS será composto por três alíquotas – federal, estadual e municipal; e União, estados e municípios poderão fixar diferentes valores para a alíquota do imposto.

Plenário

Segundo o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), o governo e o partido têm trabalhado para construir um consenso e viabilizar a votação de três medidas provisórias no plenário esta semana, entre elas, a MP 870/19 da reforma administrativa.

A comissão mista que analisou a reforma administrativa introduziu modificações no texto, como a que retira o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça e Segurança Pública para transferi-lo de volta ao Ministério da Economia.

Segundo o líder, o partido tentará manter o Coaf no Ministério da Justiça na votação em plenário. “Os deputados do PSL decidiram não apoiar essa mudança no Coaf. Tem um peso simbólico muito grande e uma questão jurídica envolvida em termos de facilitação de combate à lavagem de dinheiro, ao financiamento do terrorismo e à corrupção”. Para não expirar, o texto de conversão da medida provisória precisa ter a votação concluída nas duas Casas até o dia 3 de junho.

Já a MP 863/18, que autoriza até 100% de capital estrangeiro em companhias aéreas com sede no Brasil, precisa ser aprovada pelo Congresso até dia 22 de maio para não perder a validade.

Outra MP citada por Major Vitor Hugo é a 866/18 que cria a Brasil Serviços de Navegação Aérea S.A. (NAV Brasil). A MP autoriza o Executivo a implementar a NAV Brasil, em decorrência da cisão parcial da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Publicada lei que garante mais proteção à mulher vítima de violência

news-mariadapenha

A Lei Maria da Penha prevê, a partir de agora, a aplicação de medidas protetivas de urgência a mulheres ou a seus dependentes ameaçados de violência doméstica ou familiar. O Diário Oficial da União publicou dia  (14) a lei sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, com as alterações que darão mais rapidez nas decisões judiciais e policiais.

De acordo com nova norma, quando constatada a existência de risco atual ou iminente à vida ou à integridade física da mulher, ou de seus dependentes, o “agressor será imediatamente afastado do lar, domicílio ou local de convivência” com a vítima, medida que pode ser adotada pela autoridade judicial; pelo delegado de polícia; ou pelo policial, quando o município não for sede de comarca e não houver delegado disponível no momento da denúncia.

A lei prevê também que, quando a aplicação das medidas protetivas de urgência for decidida pelo policial, o juiz deve ser comunicado, no prazo máximo de 24 horas, para, em igual prazo, determinar sobre “a manutenção ou a revogação da medida aplicada, devendo dar ciência ao Ministério Público (MP) concomitantemente”. Antes das alterações, que passam a valer a partir desta terça-feira, o prazo era de 48 horas.

“A mulher que passa por situação de violência tem pressa. Especialmente nessas áreas em que não há comarca ela acaba desprotegida. Garante-se, assim, a medida protetiva e que o Judiciário analise a validade da medida em até 24h”, disse a titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, ao comentar a sanção da lei.

O Anuário da Segurança Pública de 2018 registrou aumento de 6,1% no número de assassinato de mulheres e uma média  de 606 casos por dia de violência doméstica, no Brasil, segundo informação divulgada pelo ministério..

A lei diz ainda que as medidas protetivas têm que ser registradas em banco de dados mantido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), garantido o acesso do MP, da Defensoria Pública e dos órgãos de segurança pública e de assistência social, com vistas à fiscalização e à efetividade das medidas de proteção. No caso de prisão do agressor e, em havendo risco à integridade física da vítima ou à efetividade da medida protetiva de urgência, não será concedida liberdade provisória ao preso.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Dupla é presa pela Polícia Rodoviária em Castilho

WhatsApp Image 2019-05-13 at 04.19.57

 

Dois homens foram presos por tráfico de drogas na madrugada desta segunda-feira (13), em Castilho. Eles foram abordados na Rodovia Marechal Rondon e encaminhados ao Plantão Policial de Andradina.

Durante a realização da Operação “Rodovia Mais Segura”, a Patrulha Volante do 3° Pelotão abordou o veículo Ford Fiesta vermelho, com placas de Mirassol (SP), ocupado por dois homens: o motorista E. M. S, de 41 anos e o passageiro M. R. B. O, de 23 anos. Durante busca no veículo, foram encontrados 43 tabletes de maconha no porta-malas. Os homens confessaram que saíram de Três Lagoas (MS) com destino a Araçatuba e que receberiam a quantia de dois mil reais pelo transporte. Ambos fora presos e estão a disposição da justiça.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Homem repete crime a mata namorada, agora a tiros em Mirandópolis

Sem título

As polícias Militar e Civil da região estão à caça de João Batista dos Santos, 54, que nesta sexta-feira (19), assassinou a tiros a namorada Rogéria Manuela Rocha, 35, no bairro São Lourenço de Fátima, em Mirandópolis. A vítima foi baleada na cabeça e mão e teve morte cerebral.

Segundo apurado, vizinhos ouviram sons de três disparos de arma de fogo, por volta de 11h, foram até o imóvel e com a ajuda de uma irmã levaram a jovem até o pronto-socorro do hospital local.

Batista fugiu do local e capotou o veículo em uma estrada rural conhecida por “Pé de Galinha”. Ele abandonou o carro e fugiu a pé pelo meio do mato. De acordo com familiares, o casal namorava havia sete meses, Rogéria queria terminar o relacionamento, mas o elemento não aceitava.

Esse foi o segundo crime do gênero praticado por Batista. Anos atrás ele matou a companheira, por briga de casal, e cumpriu pena por isso. Apesar da ação da Polícia Militar, inclusive com apoio do Helicóptero Águia de Araçatuba, até a postagem desse notícia o assassino não havia sido localizado.

TVtem – Impacto On Line

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

“Operação Asclépio” desmonta organização criminosa que vendia vagas em faculdades de medicina “líder da suposta organização criminosa é de Murutinga do Sul”

thumbnail_IMG_0374

MEDICUS NIHIL!

“Operação Asclépio” desmonta organização criminosa que vendia vagas em faculdades de medicina

“líder da suposta organização criminosa é de Murutinga do Sul”

José Carlos Bossolan

MURUTINGA DO SUL – Promotores de Justiça de Assis e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), junto com agentes e delegados da Polícia Civil, deflagraram na sexta-feira (12/04), a “Operação Asclépio” e efetuaram 17 prisões temporárias.

De acordo com as investigações, o suposto líder da organização é de Murutinga do Sul. O empresário Adeli de Oliveira “comandava o esquema” que vendia vaga em cursos superiores de medicina por valores que giravam de R$ 80 mil a R$ 120 mil. O vereador Adeildo de Oliveira – Kikão (irmão de Adeli) foi preso na operação. Outros familiares também foram conduzidos a prestar esclarecimentos.

Kikão seria prestador de serviços de jardinagem no Campi da Universidade Brasil em Fernandópolis e deverá ser liberado nesta semana, caso sua prisão não seja prorrogada.

Já Adeli de Oliveira, supostamente trabalhava na área de consultoria e assessoria para a Universidade Brasil por intermédio de sua empresa. Nossa reportagem tentou contato com o vereador Kikão e com Adeli na manhã de sexta-feira, mas não obteve retorno.

ESQUEMA

De acordo com autoridades policiais, o esquema teve início na Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA) no início de 2017. Informações obtidas pelas autoridades, pessoas com maior capacidade intelectual usavam documentos falsos para se passarem pelos candidatos efetivamente inscritos, realizando as provas no lugar destes. A investigação identificou os alunos e os responsáveis pela ação fraudulenta, desvendando a existência de possível organização criminosa com atuação mais ampla, fora da comarca de Assis, mas não houveram nenhuma pessoa ligada a FEMA na participação do esquema. Os integrantes supostamente se dedicam a fraudar processos de transferência de alunos de uma faculdade para outra, inclusive de outros países da América do Sul, sempre no curso de medicina.

17 pessoas foram identificadas e tiveram suas prisões temporárias decretadas. Foram expedidos e cumpridos vários mandados de busca e apreensão, visando à coleta de provas. Houve ainda o sequestro de bens das pessoas ligadas à organização criminosa.

Com o avanço das diligências, apurou-se a constituição de sofisticada organização criminosa composta de três grupos, todos interligados( Grupo familiar; Grupo dos captadores/vendedores de vagas; Grupo de intermediários na Universidade Brasil – mencionou às autoridades policiais.

Ainda de acordo com autoridades da segurança pública, o primeiro grupo, comandando pelo cabeça do esquema, coordenava todas as ações, “se valendo dos trabalhos de vários subordinados”.

Os familiares seriam usados no esquema para ocultação do patrimônio adquirido de forma ilícita. Os captadores/vendedores de vagas, normalmente eram pessoa que já teria feito “negócio” e ganhavam comissões para indicar outros interessados em comprar vagas em medicina.

O terceiro grupo é de pessoas ligadas à Universidade Brasil, que possui faculdade de medicina em Fernandópolis. A polícia diz que, sem este grupo, não seria possível obter “êxito no engenhoso crime”. Essas pessoas eram consideradas integrantes desta organização criminosa. A polícia também realizou buscas na secretaria da daculdade na sexta-feira.

Em nota de esclarecimento, a “Universidade Brasil informa que tomou conhecimento do esquema de fraude de vestibulares por meio da Polícia Civil do Estado de São Paulo, na manhã desta sexta-feira. A Instituição recebeu com surpresa e repúdio a informação do envolvimento de funcionários neste esquema e já abriu sindicância interna para apurar e chegar aos nomes dos responsáveis. A Universidade Brasil, como vítima de toda essa história, também se coloca à disposição das autoridades para mais esclarecimentos e auxílio em toda a investigação”.

Foram mobilizadas 39 viaturas do Grupo Especial de Reação, Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos e do Grupo de Operações Especiais da capital, além de viaturas do interior. Além disso, a operação contou com o trabalho de promotores de Justiça da capital, de Assis, Fernandópolis e São José do Rio Preto; e de 22 delegados da Polícia Civil de Assis, Presidente Prudente e Dracena, de acordo com informações da assessoria de imprensa do Ministério Público do Estado de São Paulo.

O nome da Operação Asclépio é uma referência a um símbolo antigo, relacionado com a astrologia e com a cura dos doentes através da medicina, consistente de um bastão envolvido por uma serpente.

O esquema poderá ainda ser maior que o apurado até agora pela Polícia Civil. A reportagem do O Foco está apurando outras situações das fraudes envolvendo os cursos de medicina.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Bombeiro morre durante combate a incêndio no calçadão de Araçatuba

sgt_delfino

O sargento Júlio Delfino do Corpo de Bombeiros morreu durante o combate ao incêndio que destruiu uma loja e afetou outras no calçadão de Araçatuba, na tarde desta sexta-feira (12).

O corpo do sargento Delfino foi encontrado sobre escombros. Tudo indica que parte do prédio onde ele combatia as chamas desabou.

Após o incidente, outros bombeiros foram socorridos. O tenente Alex Silva de Abreu, 32 anos, está internado na UTI da Santa Casa de Araçatuba com 27% do corpo queimado.

O quadro clínico dele é considerado grave. As queimaduras estão concentradas nas pernas, tórax e braços.

Ele foi socorrido por unidade do próprio resgate do Corpo de Bombeiros e levado ao pronto-socorro da Santa Casa, onde chegou por volta das 16h.

Brito está entubado e recebendo as medicações específicas na UTI. Os outros bombeiros foram socorridos no local, após inalarem fumaça em excesso.

Alex Mesmer – RP10

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Juíza proíbe retirada de radares das rodovias federais

radar_madeira-5747669

A juíza Diana Vanderlei, da 5ª Vara Federal em Brasília, proibiu ontem (10) a retirada de radares de velocidade das rodovias federais de todo o país. A decisão foi motivada por um pedido liminar feito pelo senador Fabiano Contarato (REDE-ES), mas não é definitiva e cabe recurso.

Na decisão, a juíza também determinou que seja realizada a renovação dos contratos do Programa Nacional de Controle Eletrônico de Velocidade por mais 60 dias.

“A não renovação dos contratos para a manutenção dos medidores de velocidade foi realizada sem ao menos ser efetiva a implementação de novo modelo de gestão para a segurança nas rodovias federais”, afirmou a magistrada.

Na semana passada, o Ministério da Infraestrutura informou que a instalação de novos sensores foi suspensa para que seja feita uma análise rigorosa do plano de instalação, que foi realizado no governo anterior.

De acordo com a pasta, o atual contrato poderia chegar ao custo de R$ 1 bilhão em cinco anos. A análise também deverá priorizar a redução do uso do equipamento onde não é necessário a segurança viária, com possibilidade de uso de outros mecanismos de segurança.

Agência Brasil

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Aos 5 anos castilhense realiza sonho de conhecer a Polícia Militar

56561439_2236982239963391_1510050526350278656_n

 

“É uma felicidade que jamais vou esquecer, o sonho dele era conhecer e ver os policiais”, disse Camila Abreu, mãe do pequeno Gabriel.

 

Hoje (05) é um dia que ficará na memória do pequeno Gabriel e seus familiares, Gabriel sempre teve um sonho que compartilhava com a mãe. “Ele sempre me falava, ‘mãe quero ser igual aos policiais da boina porque eles são bravos’”, relata a mãe, Camila Abreu.

Sabendo desse desejo os policiais militares foram até a residência do pequeno Gabriel, no bairro Nelson Borges em Castilho e realizaram uma grande surpresa.

Emocionada a mamãe relatou como foi esse encontro, “na hora que eles passaram ele estava no quarto dele, quando os policiais chegaram falei pra ele, Gabriel tem visita pra você, sabe ele olhou, parou e pensou será que é verdade, na hora que os policiais saíram ele falou pra mim, mãe estou com vontade de chorar, mas de felicidade”.

56281600_2216513421998098_7484995272318124032_n

Gabriel conheceu os militares que compõe a Força Tática, Sargento Estigarribia, Cabos Jerônimo e Rezende, colocou a ‘famosa’ boina, tirou fotos e conheceu a viatura.

Para o Policial Militar, Sargento Estigarribia esses tipos de ações mostram para a sociedade o ser humano que existe atrás da farda, “nós não estamos aqui apenas para reprimir a criminalidade, mas sim para dar apoio e atenção para a sociedade”, finalizou o sargento.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Jovem é preso por planejar ataque a UFMS campus II, em Três Lagoas

cptl-porta

Ontem (31) por volta das 23h00min, foi realizada a prisão de Bruno Diresta de 24 anos em São José do Rio Preto por ameaçar e planejar homicídios de ex-companheira e mais duas pessoas que segundo informações ambos são alunos da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul do campus II, em Três Lagoas.

Após realizar varias ameaças a ex-companheira, Bruno Diresta posta letra de musica em uma rede social no dia 22 de Março com a legenda “10 days left” (falta 10 dias) segundo a letra da musica que Bruno compartilhou: “Pumped Up Kicks”, fala sobre um garoto, chamado Robert. E nos remete aos massacres nos EUA, um deles, quando dois jovens com tendência homicida entraram em um instituto em Columbine, em 1999, mataram e feriram vários alunos.

Também na mesma rede social dias depois, Bruno comenta em uma publicação que haverá um feminicídio, um homicídio e complementa com uma imagem de um revolver e munições: “aguardem…”.A publicação viralizou em grupos de redes sociais reforçando para os alunos da instituição tomar cuidado e que se virem o mesmo aos arredores da universidade que era para acionar a Policia Militar.

Segundo informações Bruno estaria Terça-feira (02) em Três Lagoas para um compromisso com a Justiça, data mencionada em tal publicação que Bruno fez que seria o dia do possível ataque. As investigações continuam para saber se Bruno iria agir sozinho ou se teria ajuda de uma ou mais pessoas.

ArapuáMS

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...
1 2 3 22
Page 1 of 22