close

Policial

Governo quer coletar DNA de presos por crimes violentos até 2022

Governo quer coletar DNA de presos por crimes violentos até 2022

O Ministério da Justiça e Segurança Pública espera que, até o fim de 2022, todos os criminosos que hoje cumprem pena por delitos violentos tenham seu material genético coletado e incluído no Banco Nacional de Perfis Genéticos. A medida serve para permitir a identificação de egressos do sistema carcerário que voltem a infringir a lei e, assim, agilizar o esclarecimento de crimes.

A meta para este ano era coletar, classificar e armazenar o material genético de 65 mil detentos condenados em 2019 pela prática de crimes violentos. Segundo o ministério, este objetivo foi superado, com o recolhimento de material biológico de 67 mil presos. No início do ano, este número não passava de 7 mil.

Nós intensificamos a coleta do material genético da população carcerária. A meta que tínhamos estabelecido já foi ultrapassada. Agora, a ideia é intensificar esta política pública a partir do próximo ano e que, antes mesmo do fim do governo [em 2022], cheguemos com um Banco Nacional de Perfis Genéticos completo”, disse o ministro Sergio Moro a jornalistas, logo após participar de reunião do Comitê Gestor da Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos.

Segundo o coordenador da Rede, Guilherme Silveira Jacques, da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), o resultado se deve aos esforços conjuntos do ministério e dos governos estaduais. Empenho que permitiu que o número de perfis genéticos cadastrados atingisse 55 mil – um acréscimo de 685% em comparação com o relatório divulgado em novembro de 2018. O número, no entanto, representa menos de 7% dos cerca de 812 mil presos que cumprem pena em todo o país, pelos mais variados tipos de crimes.

PREVISÃO LEGAL

Desde 2012, quando foi aprovada a Lei 12.654, há previsão legal para a identificação genética por meio da coleta de material biológica de condenados por crimes violentos, tais como homicídios e estupros. A ampliação do rol de delitos cujos sentenciados poderiam ter o DNA identificado foi uma das propostas que o Ministério da Justiça e Segurança Pública incluiu no projeto anticrime (PL 10372/18) e um dos pontos que a Câmara dos Deputados vetou no texto aprovado ontem, com 408 votos favoráveis, nove contrários e duas abstenções. O projeto de lei segue agora para análise do Senado, onde o ministro Sergio Moro acredita que parte das propostas defendidas pelo governo federal podem ser reincluídas.

O governo acredita nesta política pública e entende que ela é extremamente relevante”, declarou Moro, explicando que, dentre os vestígios biológicos encontrados em cenas de crimes que podem ser comparados com o material previamente armazenado no Banco Nacional de Perfis Genéticos estão o sangue, sêmen, fios de cabelos. Moro garantiu que “ninguém vai para um moedor de carne” a fim de ter o material coletado.

Basta passar um cotonete na boca para recolher a saliva de onde serão extraídas as células contendo o material genético. É algo como uma moderna impressão digital”.

O  ministro da Justiça e Segurança Pública; Sergio Moro, o diretor técnico-científico da Polícia Federal, Fábio Salvador e o coordenador da Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos (RIBPG) da Senasp/MJSP; Guilherme Jaques, durante coletiva de imprensa
O ministro da Justiça e Segurança Pública; Sergio Moro, o diretor técnico-científico da Polícia Federal, Fábio Salvador e o coordenador da Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos (RIBPG) da Senasp/MJSP; Guilherme Jaques, durante coletiva de imprensa

BANCO NACIONAL DE PERFIS GENÉTICOS

O banco nacional integra as informações disponibilizadas pelos estados. Hoje, todas unidades da federação estão integradas à rede. De acordo com Jacques, o ministério investiu R$ 6 milhões em equipamentos, insumos, ações de capacitação e desenvolvimento de sistemas para permitir que os últimos quatro estados (Piauí, Roraima, Sergipe e Tocantins) instalassem seus laboratórios de genética forense, de forma a integrá-los à rede nacional. Cada laboratório estadual é responsável por coletar as amostras de material biológico dos condenados nas penitenciárias, analisar os perfis genéticos, processar as informações e incluir o material nos bancos de dados.

O investimento total do Ministério da Justiça, este ano, foi de R$ 35 milhões. Não só para atingirmos os resultados que alcançamos, mas para permitir que as ações sejam intensificadas a partir do próximo ano, quando esperamos avançar para reduzir o passivo de vestígios armazenados em todo o país”, afirmou Jacques, revelando que, para 2020, a estimativa da Secretaria Nacional de Segurança Pública é destinar entre R$ 40 milhões e R$ 70 milhões da política para o “projeto de fortalecimento do Banco Nacional de Perfis Genéticos”.

O montante final está dependendo da aprovação do Congresso. O escopo dos investimentos vai ser ampliado. Não será focado apenas nos laboratórios, mas também na melhoria dos processos. Principalmente em relação à preservação e perícia dos locais de crimes. Para o Banco de Dados ser eficiente, o processo todo tem que ser eficiente. Desde a coleta [de provas e vestígios genéticos] até a [comparação] no Banco Nacional”, disse Jacques, acrescentando que há, hoje, “um grande número de vestígios coletados em locais de crimes ou nos corpos de vítimas que não foi processado”.

Estas amostras estão guardadas em geladeiras, em freezers de todo o país sem processamento. Uma parte significativa destas amostras estão relacionadas à violência sexual. Estimamos em torno de 150 mil amostras relacionadas a violência sexuais, coletadas de vítimas que se submeteram ao exame médico legal e cujos vestígios não foram analisados. Seja por falta de recursos financeiros, por falta de pessoal ou porque o banco de material genético não estava bem desenvolvido”, acrescentou.

Mais de mil investigações criminais já recorreram ao material genético de criminosos armazenados no banco nacional.

Para o ministro Sergio Moro, quanto mais perfis estiverem geneticamente identificados, mais crimes serão solucionados em menor tempo.

Precisamos vencer as resistências por ignorância em relação a esta política pública. Há quem ache que a coleta de material genético representa uma violação da privacidade. Não é. Ninguém quer investigar fenótipos ou DNA de criminosos”, garantiu o ministro.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Pecuarista de Araçatuba é preso em operação da PF

Pecuarista de Araçatuba é preso em operação da PF

A Operação Voo Baixo, da Polícia Federal, resultou na prisão do pecuarista L.J.V., em Araçatuba, e de outras três pessoas em Rio Preto.

A ação desarticulou uma quadrilha que recebia cocaína da Bolívia e fazia a distribuição da droga usando aeronaves entre o Mato Grosso do Sul e São Paulo. A droga era levada até o Porto de Santos e, depois, distribuída em navios para a Europa.

A PF prendeu Rubens de Almeida Sales, apontado como chefe da organização, em um condomínio de luxo da cidade. Além dele, a esposa e o irmão do empresário também foram presos.

O pecuarista de Araçatuba foi preso em um frigorífico do Mato Grosso do Sul. De acordo com o portal 018news, o local era usado para lavar dinheiro do tráfico internacional de drogas.

A operação, que começou em maio de 2018, resultou na apreensão de 2,6 toneladas de cocaína, 11 pessoas e 15 aeronaves.

A PF também solicitou o sequestro de vários imóveis, incluindo três fazendas. Os suspeitos serão indiciados por tráfico internacional de drogas e associação ao tráfico. As penas variam de 3 a 15 anos de prisão.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Presídios de São Paulo ganham vigilância aérea por sistema antidrone

Presídios de São Paulo ganham vigilância aérea por sistema antidrone – drone

Polícia Militar recebeu, ainda, 100 drones para ações preventivas e de inteligência e 100 bicicletas elétricas para patrulhamento

O Governador João Doria anunciou hoje (quinta-feira, 5) um sistema inédito de combate a drones para barrar tentativas de acesso ao espaço aéreo dos presídios de São Paulo. É a primeira vez que a solução é instalada num presídio na América Latina – no mundo todo, cerca de 40 unidades prisionais têm o sistema em funcionamento. Além disso, a Polícia Militar recebeu 100 drones e 100 bicicletas elétricas.

Presídios de São Paulo ganham vigilância aérea por sistema antidrone - interna3

A polícia de drones se mostrou um êxito em ação preventiva e no apoio à inteligência. Por doação da empresa chinesa Hikvision, também temos um antidrone que será utilizado no sistema prisional. É um drone que neutraliza outros drones que possam ser utilizados por facções criminosas para portar drogas ou armas sobre os presídios de São Paulo. É o primeiro equipamento antidrone do Brasil”, disse Doria.

A doação do sistema antidrone foi recebida pelo Governo de São Paulo, por meio da Secretaria da Administração Penitenciária. A inovação conta com um sistema de detecção da Techshield/Dedrone, que combina detecção de frequências e ondas de rádios, áudio e sensor óptico. Após a localização e confirmação do drone invasor, entra em ação o sistema do antidrone, que embaralha a comunicação entre o equipamento clandestino e seu operador.

Presídios de São Paulo ganham vigilância aérea por sistema antidrone - drone2

O operador do sistema antidrone pode escolher entre forçar a aterrisagem do drone invasor, retorno do aparelho suspeito à base de origem ou até sua destruição, mantendo-o suspenso em voo até o esgotamento completo da bateria, o que leva à queda do equipamento. Após treinamento, o sistema será operado pelos agentes da Administração Penitenciária.

Presídios de São Paulo ganham vigilância aérea por sistema antidrone - drone3

As unidades que serão cobertas pelo serviço antidrone estão localizadas na Grande São Paulo. Outras informações serão mantidas em sigilo por razões de segurança.

POLÍCIA MILITAR

Os 100 novos aparelhos da Dronepol vão auxiliar as atividades policiais por meio da captação de imagens em tempo real com transmissão direta ao Centro de Operações da PM (Copom) e ampliar o programa lançado em abril.

A licitação para a compra dos equipamentos – marca DJI e modelo Mavic 2 zoom – começou em junho e terminou em setembro. Para a aquisição, com investimento de R$ 3 milhões, foram realizados testes de voo, aferição do tempo de duração da bateria, comandos e resposta dos drones e acionamento do retorno de emergência, entre outros.

Além das 100 aeronaves básicas, foram adquiridos mais cinco drones DJI Matrice 210 V1- Kit Avançado – que totalizaram R$ 1,2 milhão. Neste caso, o processo está em fase de cumprimento do prazo de entrega, previsto contratualmente para 120 dias a contar de 16 de outubro de 2019.

Os novos equipamentos serão usados em todas as regiões do estado, possibilitando a captação, transmissão, gravação e gerenciamento de imagens de interesse da Segurança Pública. A medida permite que o material seja retransmitido em tempo real ao comando da Polícia Militar para análise e estratégia adequada de abordagem e atuação em cada ocorrência.

Presídios de São Paulo ganham vigilância aérea por sistema antidrone - interna2

O sistema também pode ser utilizado em missões de inteligência e operações, monitoramento de grandes eventos, reintegrações de posse, controle de distúrbios civis e manifestações.

A captura e a transmissão das imagens com a utilização de drones podem ser feitas por via aérea, por meio de antena com a utilização de um helicóptero Águia; e via terrestre, por meio de streaming ao vivo retransmitidos por sistema de rádio em veículos policiais.

Presídios de São Paulo ganham vigilância aérea por sistema antidrone

A unidade policial deverá ter um núcleo de operação composto por no mínimo cinco policiais – um oficial até o posto de capitão e quatro praças, com até 20 anos de serviço. Os PMs devem concluir o Curso de Especialização de Operador de RPAS, que é oferecido pelo Comando de Aviação da PM e tem duração de quatro semanas.

Atualmente, a Polícia Militar conta com 76 núcleos habilitados para operacionalização dos drones e há 337 PMs aptos a operar os equipamentos no Estado. Para 2020, há a previsão de mais seis cursos de formação de pilotos de drones, totalizando 180 PMs. As aulas devem ter início em março.

Presídios de São Paulo ganham vigilância aérea por sistema antidrone - bikes

BICICLETAS

As 100 bicicletas elétricas para a Polícia Militar vão ampliar o policiamento com bikes na capital, denominado Bikepol. Cinquenta bicicletas elétricas equipadas e prontas para uso foram exibidas durante a solenidade no Palácio dos Bandeirantes.

Os veículos foram doados pela iniciativa privada e fabricados por uma empresa nacional. Eles serão distribuídos em todas as regiões do estado e equipados com o sistema de motorização direct drive, entregando 350Wh. O motor é alimentado por bateria de 36v e 14,5ah, e as bicicletas também contam com itens como farol, luz de freio, buzina e retrovisores.

Com a nova aquisição, 200 bikes elétricas passam a colaborar com a segurança dos paulistanos até o final do ano, conforme cronograma previsto pela atual gestão. Este tipo de policiamento proporciona aos PMs maior área de atuação e mais agilidade no combate ao crime, além de complementar outras atividades, como o patrulhamento a pé.

Para a utilização dos novos veículos, 100 PMs passaram por treinamento ministrado pelo Centro de Motomecanização (CMM) da PM. O curso é um complemento, uma vez que a maioria dos policiais já são habilitados no Estágio de Especialização no Policiamento com Bicicletas, que ocorre na Escola de Educação Física da PM em duas semanas.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

PROERD forma quase 400 alunos em Castilho

destaque-2

O Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), formou mais uma turma na tarde desta segunda-feira (02) no CIEC de Castilho. Cerca de 370 alunos de escolas públicas e particulares reuniram-se no Centro Integrado de Educação e Cultura para uma animada cerimônia que reuniu familiares, educadores, autoridades, e os pequenos formandos.

interna1a

interna1

Entre as autoridades presentes, destaque para a prefeita Fátima Nascimento e o Capitão PM Marcos Romansini, que representou o Comando do 28º BPM/I. Outra presença marcante foi a da Banda Marcial de Castilho – BAMAC, que literalmente colocou alunos, professores e convidados em pé para acompanhar seu ritmo eletrizante.

eedae1bc-c30b-4fa3-9c34-69a3b0b2f3b0

Seguindo a tradição desta cerimônia marcante na vida das crianças, além da premiação das melhores redações, houve também o sorteio de uma bicicleta doada pela usina Viralcool – parceira das maiores e melhores iniciativas sociais na região.

destaque

O PROERD ensina as crianças a resistirem e aprenderem a dizer não às drogas lícitas e ilícitas, através de aulas semanais com duração de um semestre, sendo todas elas ministradas por Policiais Militares fardados.

Os formandos atuais tiveram aulas com os instrutores Cb PM Gula, Cb PM Marcos e Sd PM Thainara, que certamente permanecerão na memória de cada aluno ali presente, juntamente com as lições aprendidas nas salas de aula e na cerimônia tão importante.­

Então, se o seu filho ou você estiveram lá, seja na formatura ou BAMAC, confira as imagens a seguir, pois com certeza está numa delas:01e3f545-6ea1-4b52-8750-085d43425f2b 2f3b2ef4-f223-44d7-a24c-541e2f100eef 03cca052-1867-4245-a4ac-8b91e9201d03 3ecfdda9-4feb-4484-9464-c202356157f8 4f8e838e-96e3-4d98-8e3c-7cc2232e58d3 7a96e8c6-1426-43f1-9955-07669434bdfd 7fb53924-c967-4144-a20a-eb8db8a0968d 15f89a6d-ff77-40ac-b7c7-692f3cba1eb2 23e70f24-2144-41d2-9dd7-6970d9159aaa 44a6fd5b-d10d-422f-bda6-9d3b13d71d79 45a99c30-717e-4efc-be79-70c08d653507 48b60914-33d4-469f-9d34-5e57d300622d 52d45d28-8562-4221-a2e2-d5f24e72c67c 56b6a07e-d92a-4c90-9ef2-e7238440c380 67e753f4-c56f-4a7f-97a4-326f78439dd0 126d863f-28fa-4955-a04a-bdff252ac29d 389c26ce-0d79-4ed5-8fe8-b6607cad5cbc 4177dce3-8b96-4f8f-a67b-bd05c54a1db4 7342a71b-5bfe-4fbb-8c3e-6fe53535f6da 16174f20-5cb1-41b1-966f-0043dbd5f758 93598c77-3d4f-47d1-991d-0301e718773e (1) 93598c77-3d4f-47d1-991d-0301e718773e 3458599b-2823-410f-b8eb-1923f8b14ac6 52961972-ea72-427e-98cf-c54fe12339a4 b0a9b7d8-c298-404d-a01c-99512fe292ad b695660a-d7e8-47bc-8606-d952329cd8d3 bd18dda7-ae04-4f42-ac38-d24a57ca6c51 c6b4ebc7-0a46-460b-8f82-d66c71a6daef d3f1f2e8-f8e4-4ef5-b613-56bef8e97aa7 d8663b26-6903-4453-9ea4-1fadbcb8069e dc4d35e6-577f-4006-82a6-6aaadbfaff93 f70a713a-faa9-4fe7-a0cf-72eec703c122 fc15e013-d972-47c9-910a-e1a0cd221290 fd21b54f-8707-4083-b6de-11b233c8b706

 

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Mãe que matou filho homossexual a facadas é condenada

Mãe que matou filho homossexual a facadas é condenada

Acusada de matar o filho homossexual, em dezembro de 2016, Tatiana Ferreira Lozano Pereira foi condenada a 25 anos e oito meses de prisão, nesta quarta-feira (27). O caso aconteceu em Cravinhos, na região metropolitana de Ribeirão Preto (SP) e chocou a todos pela brutalidade e requintes de crueldade: o jovem Itaberli Lozano foi esfaqueado pela mãe, que em seguida teria queimado o corpo, por não concordar com a orientação sexual do jovem, de apenas 17 anos.

Na época, segundo a Justiça, Itaberli estava morando com a avó paterna, por desavenças com a mãe. Com a desculpa de resolver a situação, ela atraiu o adolescente à casa da família, espancou o garoto e, em seguida, esfaqueou o filho com golpes no pescoço. O crime bárbaro teve a participação de outras três pessoas, além do padrasto, acusado de se livrar do corpo.

O caso aconteceu no dia 29 de dezembro de 2016, mas o corpo de Itaberli só foi localizado quase uma semana depois, em sete de janeiro. Exceto o padrasto, que ainda não foi julgado, todos os envolvidos foram condenados ao regime fechado. A defesa disse que irá recorrer.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Polícia Militar realiza 30ª edição da Operação Rodovia Mais Segura

Polícia Militar realiza 30ª edição da Operação Rodovia Mais Segura2

Iniciativa tem equipes distribuídas em mais de 1,8 mil locais, com o apoio de 8.593 viaturas e onze helicópteros

A Polícia Militar, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal, promove atividades da 30ª edição da Operação Rodovia Mais Segura em todo o Estado. A ação foi deflagrada à meia-noite desta terça-feira (19) com o objetivo de combater a criminalidade e garantir a continuidade da redução dos indicadores criminais em São Paulo.

Ao todo, estão mobilizados 19.719 policiais militares, com o apoio de 8.593 viaturas e onze helicópteros. O efetivo está distribuído em 1,8 mil locais, com 263 pontos de bloqueio nas rodovias.

Polícia Militar realiza 30ª edição da Operação Rodovia Mais Segura

Participam da ação várias divisões da Polícia Militar, como o Comando do Policiamento Rodoviário, as unidades especializadas, Forças Táticas, Baeps e o policiamento territorial.

Nas vias urbanas da capital, a fiscalização será realizada pelo Comando de Policiamento de Trânsito. As equipes permanecerão em locais estratégicos, apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar possíveis ações de criminosos.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Governo de SP nomeia 3.755 profissionais para as polícias Militar e Civil

Governo de SP nomeia 3.755 profissionais para as polícias Militar e Civil – destaque

Os efetivos, após formados, reforçarão os batalhões territoriais da Polícia Militar e as unidades da Polícia Civil em todo o Estado

O Governador João Doria nomeou 3.755 aprovados em concurso público para cinco carreiras diferentes das polícias Civil e Militar. As nomeações foram publicadas na edição de hoje (terça-feira, 19) do Diário Oficial do Estado (DOE).

Para a Polícia Militar, foram nomeados 2.655 soldados de 2ª classe. Para a Polícia Civil foram 400 agentes policiais, 300 agentes de telecomunicações, 200 auxiliares de papiloscopista e 200 papiloscopistas.

Governo de SP nomeia 3.755 profissionais para as polícias Militar e Civil

A próxima etapa será a posse dos nomeados, que deve acontecer dentro de aproximadamente 15 dias. Em seguida, os novos policiais iniciarão os cursos na Escola Superior de Soldados (ESSd) e Academia da Polícia Civil (Acadepol).

Após a formação, os alunos passarão por um período de estágio probatório. Os novos policiais serão designados para reforçar o efetivo nos batalhões territoriais da PM e nas delegacias e departamentos da PC de todo o Estado.

Em breve, outros 1.650 policiais civis devem ser nomeados – serão 250 delegados, 600 investigadores e 800 escrivães – totalizando as 2.750 nomeações anunciadas pelo Governador no início da gestão.

Reforço de efetivo

O Governo do Estado vem reforçando os recursos humanos das polícias. Por isso, há concursos em andamento para preencher 5,4 mil vagas de soldados de 2ª classe e 190 alunos-oficiais. A distribuição do efetivo é feita após a formatura.

Também há 6,2 mil futuros policiais em formação – 5.822 PMs, sendo 5.190 soldados e 632 alunos-oficiais; além de 378 científicos, sendo 78 fotógrafos, 36 médicos-legistas, 242 peritos, 20 desenhistas e 2 auxiliares de necropsia.

O Governo de SP autorizou ainda a abertura 2.750 vagas para concursos da Polícia Civil, sendo 250 delegados, 900 investigadores e 1.600 escrivães. Também foram autorizadas 189 vagas para médicos-legistas da Polícia Técnico-Científica.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Operação República: PM garante segurança e fluidez no trânsito

Operação República – PM garante segurança e fluidez no trânsito

A Polícia Militar, por meio do Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv), iniciou à meia-noite de hoje (quinta-feira, 14) a Operação República, que se estenderá até o próximo domingo (17). A iniciativa tem o objetivo de garantir a segurança e a fluidez no trânsito, durante o feriado, nos mais de 22 mil quilômetros de malha rodoviária do Estado.

Alinhado aos programas “Respeito à Vida – São Paulo Dirigindo com Responsabilidade” e de “Redução de Acidentes de Trânsito e Segurança Viária 2011-2020 (ONU)”, a ação tem o emprego de 1.216 policiais militares, além do apoio de 373 viaturas de quatro rodas e doze motocicletas.

Durante toda a iniciativa, o policiamento rodoviário atuará em regime especial de trabalho, em dias, horários e locais estratégicos, contando com o auxílio do monitoramento por câmeras das concessionárias das rodovias, etilômetros, radares (portáteis e móveis) para aferição de velocidade e binóculos para a fiscalização de infrações em movimento, entre outros equipamentos.

As atividades terão como foco principal a prevenção criminal e a segurança viária, fiscalizando, principalmente, excesso de velocidade, embriaguez ao volante, ultrapassagens proibidas, uso de cintos de segurança e dispositivos de retenção para crianças, além do uso de celular e de capacete por parte dos motociclistas.

Também serão realizadas ações de conscientização para pedestres quanto à utilização das passarelas.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Com salários atrasados, prostitutas incendeiam puteiro no MS

Com salários atrasados, prostitutas incendeiam puteiro no MS

Uma boate localizada na cidade de Chapadão do Sul (MS), foi incendiada por três mulheres, conforme relato de uma das mulheres que presenciaram os fatos. Segundo relato de uma das testemunhas, na boate trabalham em torno de sete mulheres de programa e, que por volta das 19 horas, três delas se rebelaram contra a dona do local e foram para a parte de cima do prédio e atearam fogo nos quartos e saíram correndo do local. As prostitutas teriam se revoltado com a falta de pagamento da dona do local.

O fogo se espalhou rapidamente e somente foi controlado com a chegada dos bombeiros. A parte superior da boate ficou completamente destruída, bem como roupas e móveis.

[Fonte: Texto e Foto: Maskate.News/Reprodução]

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Ladrão de calcinhas é preso com mais de mil peças furtadas

Ladrão de calcinhas é preso com mais de mil peças

Parece até piada, mas segundo reportagem do G1, a polícia prendeu um ladrão de calcinhas e sutiãs com 1.045 peças íntimas escondidas no quarto de sua casa, em Turmalina, cidade no interior de Minas Gerais. Durante a abordagem, os policiais militares foram surpreendidos ao perceberem que o homem, de 41 anos, estava usando uma das calcinhas.

Com base no número de peças apreendidas, é possível dizer que muitas das 8.880 mulheres que fazem parte da população do município, no Vale do Jequitinhonha, já foram vítimas dele, preso, de acordo com a Polícia Militar, pela segunda vez pelo mesmo crime.

Ainda segundo as informações da PM, as mil calcinhas e os 45 sutiãs foram encontrados em vários locais do quarto dele: debaixo da cama, dentro do colchão e no guarda-roupas. Em 2015, os furtos de 301 peças íntimas ocorreu em Capelinha, cidade vizinha a Turmalina.

A Polícia Militar foi até a residência dele, no Bairro São João Batista, para darmos cumprimento a um mandado de prisão por furto. Durante as buscas, encontramos as peças íntimas”, relatou o tenente André Dale ao G1. Havia roupas íntimas novas e usadas, de várias cores e modelos.

O tenente explica que a PM já recebeu diversas reclamações de mulheres relatando furtos de suas peças íntimas. Porém, muitas vítimas não registram boletim de ocorrência por medo, receio ou vergonha.

Ao ser questionado pela PM, o homem não deu detalhes sobre os furtos, apenas disse que cometia os crimes em vários locais. Ele foi levado para a delegacia da cidade.

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...
1 2 3 24
Page 1 of 24