close

Mundo

Homem vence luta com cobra gigante na Indonésia

000-t35xf

Uma píton gigante, com 7,8 metros de comprimento, foi morta após atacar um homem na Indonésia. As imagens foram registradas pela polícia de Batang Gansal, na ilha de Sumatra, e divulgadas nesta quarta-feira (4).

De acordo com a agência AFP, os moradores mataram a cobra após o feito do “lutador” e exibiram a cabeça. O cadáver do réptil foi cortado, frito e depois comido pela comunidade.

Ainda segundo a agência, o animal quase cortou o braço do homem. O caso ocorreu no último sábado, 30 de setembro.

000-t35qb

g1

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Trump promete US$1 mi de dinheiro pessoal para reconstrução após Harvey

trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu US$ 1 milhão de seu dinheiro para os esforços de socorro em decorrência do furacão Harvey, disse a porta-voz da Casa Branca Sarah Sanders nesta quinta-feira (31).

“Estou feliz em dizer a vocês que (Trump) gostaria de participar dos esforços que muitas pessoas que vimos no país têm feito e ele prometeu US$ 1 milhão do dinheiro pessoal para o fundo”, disse Sanders a jornalistas em briefing na Casa Branca, de acordo com a agência Reuters. do G1

 

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Casal Clooney irá ajudar 3 mil refugiados sírios a irem para escolas no Líbano

george-amal-clooney

George e Amal Clooney disseram nesta segunda-feira (31) que irão ajudar 3 mil crianças refugiadas sírias a irem para escola neste ano no Líbano, onde a Organização das Nações Unidas (ONU) diz que 200 mil crianças não estão recebendo educação após deixarem a guerra na Síria.

A Fundação Clooney para Justiça disse ter se juntado ao Google e HP para ajudar a agência da ONU para a infância, a Unicef, e o Ministério da Educação do Líbano a abrirem sete escolas do chamado “segundo turno” para crianças refugiadas sírias.

O Líbano é lar de mais de um milhão de refugiados sírios, incluindo quase 500 mil crianças. O país está educando crianças sírias em escolas públicas através de um sistema de “segundo turno” de aulas adicionais à tarde exclusivamente para elas.

“Não queremos perder uma geração inteira porque elas tiveram o azar de terem nascido no lugar errado na hora errada”, disseram o ator vencedor do Oscar George Clooney e sua esposa Amal Clooney, advogada internacional de direitos humanos. O casal teve filhos gêmeos no mês passado.

“Milhares de jovens refugiados sírios estão em risco – em risco de nunca serem uma parte produtiva da sociedade”, disse o casal em comunicado. “Educação formal pode ajudar a mudar isto”.

Uma doação de 3,25 milhões de dólares da Fundação Clooney para Justiça, Google e HP irá pagar por transportes, materiais escolares, computadores, conteúdos, currículos e treinamento de professores.

Por Reuters

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Dez pessoas ficam feridas em tradicional corrida de touros na Espanha

BBE0mXg.img

Dez corredores, sendo cinco americanos, dois franceses e três espanhóis, ficaram feridos durante o encierro – corrida de touros – que aconteceu neste sábado (8), durante as Festas de São Firmino em Pamplona, no norte da Espanha.

Uma multidão de moradores e turistas participou do evento em homenagem ao padroeiro da região. Todas as manhãs, às 8 horas, centenas de pessoas correm à frente dos touros.

Todos os feridos são homens. Os dois americanos foram chifrados e os demais se machucaram ao levarem tombos na corrida. A televisão local exibiu as imagens de um homem sendo chifrado, arrastado por vários metros e pisoteado por outros corretores.

Na última sexta (7), durante o primeiro encierro do festival deste ano, um espanhol e dois americanos foram chifrados.

Os participantes não podem estar “embriagados ou sob a influência de drogas”, “incitar o touro ou chamar sua atenção de qualquer maneira” ou “correr em direção a eles ou por trás deles”.

As celebrações acontecem anualmente, entre 7 e 14 julho, também são marcadas por procissões religiosas, desfiles, fogos de artifício e concertos, além das manifestações contra a tortura ao animal.

Conforme publicado pela “France Presse”, quinze pessoas morreram nos festejos desde 1911. A última morte foi registrada em 2009. No ano passado, 87 participantes ficaram feridos, sendo que 12 foram chifrados.

msn

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Incêndio em prédio de Londres começou em geladeira, diz polícia

BBD4Jnd.img

O incêndio que deixou ao menos 79 mortos em um prédio residencial em Londres começou em um freezer de geladeira da marca Hotpoint, e o revestimento externo do edifício não passou pelos testes de segurança feitos após a tragédia, informou a polícia da capital britânica nesta sexta-feira.

A superintendente da polícia Fiona McCormack disse que devido ao grande número de mortos, a polícia está considerando a acusação de homicídio culposo. Ela acrescentou que o modelo de geladeira que deu origem ao incêndio não estava passando por um recall e que a fabricante está realizando testes adicionais.

“Nós agora temos evidências de especialistas de que o incêndio não foi iniciado deliberadamente”, disse McCormack a repórteres em Londres.

O Reino Unido ordenou uma avaliação técnica imediata do modelo de geladeira da Hotpoint, produzido entre 2006 e 2009, para definir se ações adicionais precisam ser tomadas, mas afirmou que pessoas que têm o mesmo eletrodoméstico não precisam desligá-lo.

A Whirlpool Corp, a maior produtora de eletrodomésticos do mundo, é dona da marca Hotpoint na Europa e nas regiões da Ásia-Pacífico. Nos Estados Unidos, a marca pertence a Haier, depois que o grupo chinês comprou os negócios de eletrodomésticos da General Electric.

“Nós estamos trabalhando com as autoridades para obter acesso ao eletrodoméstico para que possamos ajudar com a investigação em andamento”, disse a Whirlpool em comunicado. “Palavras não podem expressar nossa tristeza com essa terrível tragédia”.

A polícia disse também que tanto o isolamento como os azulejos do revestimento do prédio não passaram nos testes de segurança feitos após o incêndio.

“Testes preliminares mostram que amostras do isolamento coletadas do edifício Grenfell entraram em combustão assim que os testes começaram”, disse McCormack.

“Devido à morte de tantas pessoas, nós estamos considerando homicídio culposo assim como ofensas criminais e violações de legislação e regulamentações”, disse McCormack.

Falando sobre as 79 pessoas mortas ou desaparecidas, presumidas mortas, McCormack disse: “Eu temo que haja mais”.

(Reportagem de Michael Holden e Alistair Smout)

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Incêndio atinge prédio de 24 andares e deixa mortos em Londres

fogo1

O grande incêndio que atingiu e destruiu um prédio de 24 andares e 120 apartamentos, no subúrbio de Londres, na Inglaterra, na madrugada desta quarta-feira (14), deixou vários mortos e ao menos 50 feridos. O edifício corre risco de desabar. Não há informações sobre o que teria provocado as chamas.

O chefe da Brigada de Incêndio de Londres, Dany Cotton, afirmou que houve uma “série de mortes”, mas disse que não poderia confirmar o número vítimas por causa do “tamanho e da complexidade” do edifício o incêndio na torre Grenfell, construída em 1974, em North Kensigton.

Bombeiros estão inspecionando os locais seguros do prédio, à procura de vítimas e novos focos de incêndio.

Testemunhas disseram em redes sociais que pessoas pularam da torre em chamas. Outras gritavam pedindo ajuda para que seus filhos fossem resgatados, de acordo com a BBC.

Cerca de 200 bombeiros, a polícia e os serviços de ambulâncias foram mobilizados. Por volta de 5h, as chamas foram controladas, embora fosse possível ver labaredas em alguns andares. Ainda é possível ver muita fumaça no edifício.

Como parte da estrutura foi consumida pelas chamas, o prédio corre risco de colapso. Por isso, a polícia esvaziou residências vizinhas.

O incêndio é um dos maiores registrados em Londres. “Nunca vi nada parecido com esse incêndio em 29 anos de trabalho”, declarou o chefe da Brigada de Incêndio de Londres.

Os bombeiros foram chamados por volta da 1h15 local (21h15 de terça (13), em Brasília) para apagar o incêndio no edifício. Dezenas de pessoas, moradores ou não do edifício, saíram às ruas, muitos apenas de pijama.

Cinzas se espalharam em um raio de 100 metros do prédio e uma coluna de fumaça tomou conta da região e podia ser vista a quilômetros de distância. Vários quarteirões estão interditados, inclusive uma estação de metrô.

Bombeiros equipados com aparelhos de respiração trabalharam em condições extremas, realmente muito difíceis, para combater as chamas”, disse o comandante Dan Daly, da London Fire Brigade.

O escritor e ator britânico Tim Downie, que mora na região, relatou cenas de horror à France Presse (AFP). “O prédio foi tomado inteiro pelas chamas. É uma questão de tempo até que desabe”, disse.

Fogo em prédio durante o amenhcer em Londres (Foto: Natalie Oxford / AFP Photo)

visto no G1

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Morre Adam West, o Batman dos anos 60

naom_593c1156ada9e

Morreu o ator Adam West, intérprete de Batman na clássica série da TV americana nos anos 60. Aos 88 anos, ele praticamente abandonou a atuação após o fim do seriado, mas voltou como dublador. Ele fazia a voz do prefeito de Quahog em ‘Family Guy’ (Uma Família da Pesada) e participou de diversas outras atrações, entre elas Simpsons e Chicken Little.

” Nosso pai será sempre nosso herói”, disse um texto postado por seus filhos.

Após o cancelamento de Batman na TV, West se despediu do personagem de forma emocionante:

“Pensei que fosse ser meu fim. E acabou sendo, de certa forma”.

Há alguns meses ele foi diagnosticado com leucemia e faleceu nessa sexta em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Notícias Ao Minuto

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Coreia do Norte é problema que será resolvido, diz Trump

BBzP3ZA
O presidente americano, Donald Trump, fez nesta quinta-feira (13) uma advertência direta à Coreia do Norte, ao afirmar que o governo de Pyongyang é “um problema que será resolvido”.

“A Coreia do Norte é um problema, e um problema que será resolvido”, afirmou Trump na Casa Branca, em meio a especulações sobre um possível novo teste nuclear norte-coreano.

A declaração foi feita horas após o lançamento no Afeganistão da “mãe de todas as bombas”, a maior arma não nuclear dos EUA.

Na terça (11), Trump havia escrito em um de seus canais oficiais que os Estados Unidos “resolveriam o problema” da Coreia do Norte sozinhos caso a China, aliada do regime de Pyongyang, não colaborasse.

Numa demonstração de força, o governo dos EUA enviou nesta semana um porta-aviões para a península coreana após Pyongyang disparar um míssil no mar do Japão.

NOVO TESTE

Na quarta (12), a organização americana 38 North afirmou que imagens de satélite de uma base militar na Coreia do Norte indicam que o regime de Kim Jong-un está preparado para fazer um novo teste nuclear.

Segundo especialistas da organização, que monitora a situação no país, as imagenss mostram uma atividade contínua de funcionários em instalações da base de Punggye-ri. Desde 2006, o regime norte-coreano realizou cinco testes nucleares no local. Com informações da Folhapress.

msn

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Conseguir um míssil que atinja os EUA: a missão prioritária de Pyongyang

BBzUHvx
O programa de armamento nuclear e balístico é a joia da coroa nas prioridades da Coreia do Norte. Está onipresente em outdoors, em exposições, em livros infantis e na televisão A mensagem: o programa tem fins unicamente defensivos, e este país não vai renunciar de nenhuma forma ao que considera sua única garantia de sobrevivência contra a hostilidade estrangeira, por mais que a comunidade internacional continue exigindo isso. “Precisamos defender a soberania reforçando nossas armas de dissuasão”, disse ontem o número dois do regime, Chol Ryung-hae.

A Coreia do Norte já possui bombas nucleares. Mas essas armas precisam ser de pequeno tamanho e exigem um míssil para transportá-las ao seu destino. Pyongyang afirma – sem confirmação independente – que já conseguiu miniaturizar suas bombas. E deixou claro que dá prioridade ao desenvolvimento de foguetes que possam transportá-las.

Desde que Kim Jong-un chegou ao poder em 2011, a Coreia tem avançado a um ritmo que alarma os especialistas. Conta com mísseis de alcance médio e intermediário Taepodong e Musudan, capazes de viajar até 4.000 quilômetros. No ano passado testou com sucesso pela primeira vez o lançamento de um míssil, o Pukguksong-1, de um submarino, uma conquista fundamental que poderia permitir evitar o escudo antimísseis norte-americano THAAD que a Coreia do Sul está instalando.

Desde o início de 2016, o país realizou 37 testes de mísseis de diferentes alcances. Embora seu grande objetivo seja conseguir um míssil intercontinental – capaz de percorrer 5.500 quilômetros – uma arma que, no momento, só possuem EUA, Rússia, Índia, China e, talvez, Israel. Com ela, a Coreia do Norte poderia atingir alvos em solo norte-americano, seu grande sonho.

Desde 2012 mostrou dois modelos de mísseis intercontinentais, o KN-08 e o KN-14, inicialmente muito grosseiros, mas que foram progredindo com o tempo. “Sua capacidade militar está aumentando rapidamente”, diz o analista Tong Zhao, do Centro Carnegie-Tsinghua em Pequim. “Estão se concentrando em duas prioridades: mais mísseis de curto alcance e o desenvolvimento de motores mais potentes para utilizar em foguetes espaciais ou mísseis intercontinentais que podem carregar bombas nucleares para os Estados Unidos.”

Ainda falta um bom caminho. Não chegaram a testar esses foguetes de maior distância em voo real, embora Kim Jong-un tenha prometido um lançamento ainda este ano.

Não é simples: o foguete precisa, primeiro, conseguir subir ao espaço. Ao chegar lá, deve ser capaz de voltar a entrar na atmosfera no ponto desejado, suportando a tremenda vibração, a pressão e o calor pelo atrito da reentrada. No ano passado, a Coreia do Norte já testou um escudo protetor para permitir que o míssil suportasse essas condições. Em um lançamento em março deste ano usou satisfatoriamente um novo motor que permitiria que os mísseis percorressem uma distância maior. Já começou a transição do combustível líquido para o sólido, que torna os mísseis mais leves e mais estáveis em voo.

Por causa do interesse pessoal de Kim Jong-un, “não há nenhuma razão para não testar um míssil intercontinental no prazo” que quer o líder supremo, opina Melissa Hanham, especialista em Não-Proliferação no Instituto de Estudos Internacionais Middlebury em Monterey (Califórnia, EUA). “Provavelmente façam o teste. E provavelmente vai falhar: é realmente difícil fabricar um míssil intercontinental perfeito na primeira tentativa. Terão que fazer várias tentativas antes de conseguir um míssil que funcione.”

No sábado, no desfile, mostraram a carcaça do que os analistas consideram um novo modelo de míssil intercontinental, aparentemente um híbrido dos dois já existentes e de maior tamanho. É difícil saber, por enquanto, se se trata apenas um cilindro vazio ou algo mais.

De qualquer forma, os analistas lembram que, nos casos anteriores, também partiram de um modelo tão tosco “que parecia falso”, afirma Hanha, antes de melhorá-lo gradualmente. O fato de ter fabricado a carcaça para desenvolver esse novo modelo é mais uma mostra da determinação do regime de alcançar seu Santo Graal.

msn

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Jogos que induzem adolescentes a suicídio vira febre

baleia-azul-ja-levou-a-morte-3-meninas-nas-ultimas-semanas_1257431

Pelo menos três meninas russas entre 14 e 16 anos morreram depois de participarem de um jogo chamado “Desafio da Baleia Azul”. O jogo, cuja participação dos adeptos se dá em grupos fechados nas redes sociais, visa estimular adolescentes e jovens a cometerem suicídio.
Publicidade
O encorajamento se dá por meio de uma jornada a ser cumprida com 50 desafios perigosos. Quem joga tem que cumprir cada tarefa no prazo exigido. Mas não só isso. Tem que filmar e postar no grupo para que os demais adeptos vejam.
O roteiro conta com um desafio por dia, que inclui as metas mais absurdas possíveis, como desenhar uma baleia no braço usando lâminas, se pendurar no alto de prédios, furar a mão, passar dias assistindo a filmes de terror, não falar com absolutamente ninguém durante 24 horas, entre várias outras incumbências.
Todas as tarefas devem ser antecedidas por alguns rituais, como escutar músicas psicodélicas e sombrias.
A derradeira missão é a mais grave e irredutível de todas: cometer suicídio.
O jogo, lançado em 2015 por usuários anônimos da rede social russa Vkontakte, agora já se espalhou por grupos fechados no Facebook, com adeptos do Leste Europeu, Europa e alguns países asiáticos.
Autoridades já descobriram que o site russo conta com mais de 410 milhões de usuários registrados e é um dos mais populares do planeta.
Para despistar suspeitas, o símbolo do jogo é uma baleia, animal associado a coisas fofas e à luta ambientalista. Os criadores também conseguiam se proteger nas sombras coagindo os participantes a nunca falarem nada sobre o assunto com os adultos. Caso alguém que tivesse intenção de desistir manifestasse esse desejo, os administradores ameaçam fazer retaliações. Dizem que sabe onde encontrar a família do internauta.
A hashtag “baleia azul” passou a ser vista também em grupos públicos, onde fotos tristes ou depressivas e frases sobre a falta de sentido da vida são postadas.
Especialistas em psicologia e psiquiatria dizem que o jogo Baleia Azul é, na prática, um pacto de suicídio coletivo. Quem se engaja, de certa forma tem ou já teve o desejo de se matar por algum transtorno depressivo. O que o jogo faz é criar condições concretas para ajudar no encorajamento dos jovens que já pensavam em se livrarem da vida que não mais suportam.

No ano passado, um jovem russo foi preso acusado de ser um dos administradores do grupo e também de criar oito grupos de suicídio coletivo nas redes sociais.

blastingnews.com/

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...
1 2 3
Page 1 of 3