close

Mundo

Incêndio atinge prédio de 24 andares e deixa mortos em Londres

fogo1

O grande incêndio que atingiu e destruiu um prédio de 24 andares e 120 apartamentos, no subúrbio de Londres, na Inglaterra, na madrugada desta quarta-feira (14), deixou vários mortos e ao menos 50 feridos. O edifício corre risco de desabar. Não há informações sobre o que teria provocado as chamas.

O chefe da Brigada de Incêndio de Londres, Dany Cotton, afirmou que houve uma “série de mortes”, mas disse que não poderia confirmar o número vítimas por causa do “tamanho e da complexidade” do edifício o incêndio na torre Grenfell, construída em 1974, em North Kensigton.

Bombeiros estão inspecionando os locais seguros do prédio, à procura de vítimas e novos focos de incêndio.

Testemunhas disseram em redes sociais que pessoas pularam da torre em chamas. Outras gritavam pedindo ajuda para que seus filhos fossem resgatados, de acordo com a BBC.

Cerca de 200 bombeiros, a polícia e os serviços de ambulâncias foram mobilizados. Por volta de 5h, as chamas foram controladas, embora fosse possível ver labaredas em alguns andares. Ainda é possível ver muita fumaça no edifício.

Como parte da estrutura foi consumida pelas chamas, o prédio corre risco de colapso. Por isso, a polícia esvaziou residências vizinhas.

O incêndio é um dos maiores registrados em Londres. “Nunca vi nada parecido com esse incêndio em 29 anos de trabalho”, declarou o chefe da Brigada de Incêndio de Londres.

Os bombeiros foram chamados por volta da 1h15 local (21h15 de terça (13), em Brasília) para apagar o incêndio no edifício. Dezenas de pessoas, moradores ou não do edifício, saíram às ruas, muitos apenas de pijama.

Cinzas se espalharam em um raio de 100 metros do prédio e uma coluna de fumaça tomou conta da região e podia ser vista a quilômetros de distância. Vários quarteirões estão interditados, inclusive uma estação de metrô.

Bombeiros equipados com aparelhos de respiração trabalharam em condições extremas, realmente muito difíceis, para combater as chamas”, disse o comandante Dan Daly, da London Fire Brigade.

O escritor e ator britânico Tim Downie, que mora na região, relatou cenas de horror à France Presse (AFP). “O prédio foi tomado inteiro pelas chamas. É uma questão de tempo até que desabe”, disse.

Fogo em prédio durante o amenhcer em Londres (Foto: Natalie Oxford / AFP Photo)

visto no G1

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Morre Adam West, o Batman dos anos 60

naom_593c1156ada9e

Morreu o ator Adam West, intérprete de Batman na clássica série da TV americana nos anos 60. Aos 88 anos, ele praticamente abandonou a atuação após o fim do seriado, mas voltou como dublador. Ele fazia a voz do prefeito de Quahog em ‘Family Guy’ (Uma Família da Pesada) e participou de diversas outras atrações, entre elas Simpsons e Chicken Little.

” Nosso pai será sempre nosso herói”, disse um texto postado por seus filhos.

Após o cancelamento de Batman na TV, West se despediu do personagem de forma emocionante:

“Pensei que fosse ser meu fim. E acabou sendo, de certa forma”.

Há alguns meses ele foi diagnosticado com leucemia e faleceu nessa sexta em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Notícias Ao Minuto

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Coreia do Norte é problema que será resolvido, diz Trump

BBzP3ZA
O presidente americano, Donald Trump, fez nesta quinta-feira (13) uma advertência direta à Coreia do Norte, ao afirmar que o governo de Pyongyang é “um problema que será resolvido”.

“A Coreia do Norte é um problema, e um problema que será resolvido”, afirmou Trump na Casa Branca, em meio a especulações sobre um possível novo teste nuclear norte-coreano.

A declaração foi feita horas após o lançamento no Afeganistão da “mãe de todas as bombas”, a maior arma não nuclear dos EUA.

Na terça (11), Trump havia escrito em um de seus canais oficiais que os Estados Unidos “resolveriam o problema” da Coreia do Norte sozinhos caso a China, aliada do regime de Pyongyang, não colaborasse.

Numa demonstração de força, o governo dos EUA enviou nesta semana um porta-aviões para a península coreana após Pyongyang disparar um míssil no mar do Japão.

NOVO TESTE

Na quarta (12), a organização americana 38 North afirmou que imagens de satélite de uma base militar na Coreia do Norte indicam que o regime de Kim Jong-un está preparado para fazer um novo teste nuclear.

Segundo especialistas da organização, que monitora a situação no país, as imagenss mostram uma atividade contínua de funcionários em instalações da base de Punggye-ri. Desde 2006, o regime norte-coreano realizou cinco testes nucleares no local. Com informações da Folhapress.

msn

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Conseguir um míssil que atinja os EUA: a missão prioritária de Pyongyang

BBzUHvx
O programa de armamento nuclear e balístico é a joia da coroa nas prioridades da Coreia do Norte. Está onipresente em outdoors, em exposições, em livros infantis e na televisão A mensagem: o programa tem fins unicamente defensivos, e este país não vai renunciar de nenhuma forma ao que considera sua única garantia de sobrevivência contra a hostilidade estrangeira, por mais que a comunidade internacional continue exigindo isso. “Precisamos defender a soberania reforçando nossas armas de dissuasão”, disse ontem o número dois do regime, Chol Ryung-hae.

A Coreia do Norte já possui bombas nucleares. Mas essas armas precisam ser de pequeno tamanho e exigem um míssil para transportá-las ao seu destino. Pyongyang afirma – sem confirmação independente – que já conseguiu miniaturizar suas bombas. E deixou claro que dá prioridade ao desenvolvimento de foguetes que possam transportá-las.

Desde que Kim Jong-un chegou ao poder em 2011, a Coreia tem avançado a um ritmo que alarma os especialistas. Conta com mísseis de alcance médio e intermediário Taepodong e Musudan, capazes de viajar até 4.000 quilômetros. No ano passado testou com sucesso pela primeira vez o lançamento de um míssil, o Pukguksong-1, de um submarino, uma conquista fundamental que poderia permitir evitar o escudo antimísseis norte-americano THAAD que a Coreia do Sul está instalando.

Desde o início de 2016, o país realizou 37 testes de mísseis de diferentes alcances. Embora seu grande objetivo seja conseguir um míssil intercontinental – capaz de percorrer 5.500 quilômetros – uma arma que, no momento, só possuem EUA, Rússia, Índia, China e, talvez, Israel. Com ela, a Coreia do Norte poderia atingir alvos em solo norte-americano, seu grande sonho.

Desde 2012 mostrou dois modelos de mísseis intercontinentais, o KN-08 e o KN-14, inicialmente muito grosseiros, mas que foram progredindo com o tempo. “Sua capacidade militar está aumentando rapidamente”, diz o analista Tong Zhao, do Centro Carnegie-Tsinghua em Pequim. “Estão se concentrando em duas prioridades: mais mísseis de curto alcance e o desenvolvimento de motores mais potentes para utilizar em foguetes espaciais ou mísseis intercontinentais que podem carregar bombas nucleares para os Estados Unidos.”

Ainda falta um bom caminho. Não chegaram a testar esses foguetes de maior distância em voo real, embora Kim Jong-un tenha prometido um lançamento ainda este ano.

Não é simples: o foguete precisa, primeiro, conseguir subir ao espaço. Ao chegar lá, deve ser capaz de voltar a entrar na atmosfera no ponto desejado, suportando a tremenda vibração, a pressão e o calor pelo atrito da reentrada. No ano passado, a Coreia do Norte já testou um escudo protetor para permitir que o míssil suportasse essas condições. Em um lançamento em março deste ano usou satisfatoriamente um novo motor que permitiria que os mísseis percorressem uma distância maior. Já começou a transição do combustível líquido para o sólido, que torna os mísseis mais leves e mais estáveis em voo.

Por causa do interesse pessoal de Kim Jong-un, “não há nenhuma razão para não testar um míssil intercontinental no prazo” que quer o líder supremo, opina Melissa Hanham, especialista em Não-Proliferação no Instituto de Estudos Internacionais Middlebury em Monterey (Califórnia, EUA). “Provavelmente façam o teste. E provavelmente vai falhar: é realmente difícil fabricar um míssil intercontinental perfeito na primeira tentativa. Terão que fazer várias tentativas antes de conseguir um míssil que funcione.”

No sábado, no desfile, mostraram a carcaça do que os analistas consideram um novo modelo de míssil intercontinental, aparentemente um híbrido dos dois já existentes e de maior tamanho. É difícil saber, por enquanto, se se trata apenas um cilindro vazio ou algo mais.

De qualquer forma, os analistas lembram que, nos casos anteriores, também partiram de um modelo tão tosco “que parecia falso”, afirma Hanha, antes de melhorá-lo gradualmente. O fato de ter fabricado a carcaça para desenvolver esse novo modelo é mais uma mostra da determinação do regime de alcançar seu Santo Graal.

msn

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Jogos que induzem adolescentes a suicídio vira febre

baleia-azul-ja-levou-a-morte-3-meninas-nas-ultimas-semanas_1257431

Pelo menos três meninas russas entre 14 e 16 anos morreram depois de participarem de um jogo chamado “Desafio da Baleia Azul”. O jogo, cuja participação dos adeptos se dá em grupos fechados nas redes sociais, visa estimular adolescentes e jovens a cometerem suicídio.
Publicidade
O encorajamento se dá por meio de uma jornada a ser cumprida com 50 desafios perigosos. Quem joga tem que cumprir cada tarefa no prazo exigido. Mas não só isso. Tem que filmar e postar no grupo para que os demais adeptos vejam.
O roteiro conta com um desafio por dia, que inclui as metas mais absurdas possíveis, como desenhar uma baleia no braço usando lâminas, se pendurar no alto de prédios, furar a mão, passar dias assistindo a filmes de terror, não falar com absolutamente ninguém durante 24 horas, entre várias outras incumbências.
Todas as tarefas devem ser antecedidas por alguns rituais, como escutar músicas psicodélicas e sombrias.
A derradeira missão é a mais grave e irredutível de todas: cometer suicídio.
O jogo, lançado em 2015 por usuários anônimos da rede social russa Vkontakte, agora já se espalhou por grupos fechados no Facebook, com adeptos do Leste Europeu, Europa e alguns países asiáticos.
Autoridades já descobriram que o site russo conta com mais de 410 milhões de usuários registrados e é um dos mais populares do planeta.
Para despistar suspeitas, o símbolo do jogo é uma baleia, animal associado a coisas fofas e à luta ambientalista. Os criadores também conseguiam se proteger nas sombras coagindo os participantes a nunca falarem nada sobre o assunto com os adultos. Caso alguém que tivesse intenção de desistir manifestasse esse desejo, os administradores ameaçam fazer retaliações. Dizem que sabe onde encontrar a família do internauta.
A hashtag “baleia azul” passou a ser vista também em grupos públicos, onde fotos tristes ou depressivas e frases sobre a falta de sentido da vida são postadas.
Especialistas em psicologia e psiquiatria dizem que o jogo Baleia Azul é, na prática, um pacto de suicídio coletivo. Quem se engaja, de certa forma tem ou já teve o desejo de se matar por algum transtorno depressivo. O que o jogo faz é criar condições concretas para ajudar no encorajamento dos jovens que já pensavam em se livrarem da vida que não mais suportam.

No ano passado, um jovem russo foi preso acusado de ser um dos administradores do grupo e também de criar oito grupos de suicídio coletivo nas redes sociais.

blastingnews.com/

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

‘Filhos fofos’ interrompem entrevista ao vivo de professor no Reino Unido

bbc2

O professor Robert Kelly dava entrevista ao vivo para a rede britânica de TV BBC sobre a situação na Coreia do Sul, onde a Justiça confirmou nesta sexta-feira (10) a destruição da presidente Park Geun-hye, quando foi interrompido por seus dois filhos. Assista ao vídeo.

Primeiro surgiu a filha de Robert Kelly, que entrou “dançando” no escritório do pai. Ele ainda tentou afastar a menina, mas, em seguida, surgiu um bebê em um andador.

As imagens ainda mostram uma mulher entrando correndo no escritório para tirar as crianças. Em seguida, a mulher sai abaixada puxando as crianças sem perceber que continuava aparecendo no vídeo.

A cena viralizou e fez sucesso nas redes sociais, sendo destacada por outros veículos de imprensa britânicos.

G1

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Estreia hoje nos cinemas, Cinquenta Tons Mais Escuros

Cinquenta-Tons-Mais-Escuros-1

 

Umas das estreias mais aguardadas do ano (principalmente para o público feminino), o filme Cinquenta Tons Mais Escuros, estreia hoje (09) nos cinemas de todo Brasil.

Para o público castilhense e de toda região, a opção mais próxima é o Cinema (Grupo Cine) localizado no Oeste Plaza Shopping em Andradina, as sessões são as 16h20, 18h50 e às 21h20min. Clique  aqui e confira maiores informações no site do ‘Grupo Cine’.

O Filme recebeu uma enxurrada de críticas, assim que foram feitas as primeiras exibições, muitos questionaram e consideraram uma propaganda enganosa, mas a melhor escolha é assistir e tirar suas próprias conclusões.

SINOPSE

Quando um Christian Grey ferido tenta seduzir uma Ana Steele cautelosa de volta a sua vida, ela demanda um novo arranjo antes de dar uma nova chance a ele. Conforme os dois começam a construir confiança e encontrar estabilidade, figuras sombrias do passado de Christian começam a assombrar o casal, determinadas a destruir suas esperanças de um futuro juntos.

ELENCO

Dakota Johnson, Jamie Dornan, Tyler Hoechlin, Bella Heathcote, Kim Basinger, Luke Grimes, Jennifer Ehle, Max Martini, Marcia Gay Harden

ROTEIRO

Niall Leonard

PRODUÇÃO

Dana Brunetti, Michael De Luca, E.L. James, Marcus Viscidi

DIREÇÃO

James Foley

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Avião militar russo cai no Mar Negro com 93 pessoas a bordo

24a2ba0816e19f3bae4d9c4ba1d0ceb3

Um avião militar russo que levava 93 pessoas para a Síria caiu hoje (25), no Mar Negro. De acordo com as autoridades de Moscou, não há sobreviventes. A aeronave era de modelo Tupolev-155 e estava em operação há 33 anos. As informações são da agência de notícias Ansa.

O voo tinha partido de Sóchi, na Rússia, e conduzia militares, nove jornalistas e membros do Coral do Exército. Eles deveriam fazer uma apresentação musical às tropas russas em Latakia, na Síria, na noite do Ano Novo.

O avião sumiu dos radares enquanto sobrevoava o Mar Negro. Em seguida, foram encontrados destroços em um raio de 1,5 quilômetro da costa. Alguns corpos também foram localizados a 6 quilômetros da costa, disse a agência Ria Novosti.

 

Piloto era experiente

O piloto do avião era Roman Volkov e tinha mais de três mil horas de voo. As autoridades russas investigam o acidente, mas excluem a possibilidade de que tenha sido um atentado terrorista.

“Excluo totalmente a tese de atentado terrorista. O avião pertencia ao Ministério da Defesa da Rússia e caiu no espaço aéreo russo”, disse o chefe da Comissão de Defesa do Senado russo, Viktor Ozerov, argumentando que é mais provável que o acidente tenha sido causado por uma falha técnica ou um erro humano.

“Esta tragédia tirou a vida de pessoas cheias de força. Entre os mortos, há jornalistas, militares e músicos do célebre Coro. Voavam para a Síria para uma missão boa e pacífica. As circunstâncias serão investigadas de maneira profunda e todos que foram afetados por esta tragédia receberão a ajuda necessária”, disse o primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev.

“Estou próximo aos familiares das vítimas do acidente ocorrido nas águas do Mar Negro. Para a Rússia, parceira significativa da Itália, expresso os pêsames do nosso país”, disse o ministro das Relações Exteriores da Itália, Angelino Alfano.

http://www.brasilnoticia.com.br/

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...

Polícia de NY resgata manequim pensando que era idosa congelada

aalhcug-img

A polícia do Estado de Nova York recebeu uma denúncia na última sexta-feira(16), sobre uma “uma mulher havia morrido congelada” dentro de um carro estacionado.

Quando a polícia chegou ao local, reparou que o veículo estava coberto de neve e perceberam que o carro possivelmente permaneceu na rua com uma temperatura -13ºC durante a noite.

Ao se aproximarem, descobriram que a idosa, que usava uma máscara de oxigênio no rosto era, na verdade, um manequim. Segundo o G1, os oficiais reataram que o boneco era “extremamente realista” e usava roupas, óculos e sapatos. Também apresentava manchas tanto na pele, quanto nos dentes.

O dono do veículo reclamou da ação, pois os policiais quebraram o vidro do seu carro para realizar o resgate. O homem disse que o manequim fazia parte de um equipamento de treinamento de primeiros socorros.

“Só para esclarecer algo que todos os cidadãos de Hudson devem saber. Se você parar seu carro trancado na rua em uma noite de temperatura abaixo de zero com um manequim realista sentado dentro dele… nós vamos quebrar seu vidro”, alegou, em comunicado, o chefe de polícia L. Edward Moore.

http://www.msn.com

Compartilhe no Whatsapp !
saiba mais...
1 2 3
Page 1 of 3