close

Mãe que matou filho homossexual a facadas é condenada

Mãe que matou filho homossexual a facadas é condenada

Acusada de matar o filho homossexual, em dezembro de 2016, Tatiana Ferreira Lozano Pereira foi condenada a 25 anos e oito meses de prisão, nesta quarta-feira (27). O caso aconteceu em Cravinhos, na região metropolitana de Ribeirão Preto (SP) e chocou a todos pela brutalidade e requintes de crueldade: o jovem Itaberli Lozano foi esfaqueado pela mãe, que em seguida teria queimado o corpo, por não concordar com a orientação sexual do jovem, de apenas 17 anos.

Na época, segundo a Justiça, Itaberli estava morando com a avó paterna, por desavenças com a mãe. Com a desculpa de resolver a situação, ela atraiu o adolescente à casa da família, espancou o garoto e, em seguida, esfaqueou o filho com golpes no pescoço. O crime bárbaro teve a participação de outras três pessoas, além do padrasto, acusado de se livrar do corpo.

O caso aconteceu no dia 29 de dezembro de 2016, mas o corpo de Itaberli só foi localizado quase uma semana depois, em sete de janeiro. Exceto o padrasto, que ainda não foi julgado, todos os envolvidos foram condenados ao regime fechado. A defesa disse que irá recorrer.

Compartilhe no Whatsapp !