close

Morre o jornalista Rafael Henzel, sobrevivente do acidente da Chapecoense

rafael

Uma triste notícia pegou todos de surpresa na noite desta terça-feira (26). O jornalista Rafael Henzel, de 45 anos, sobrevivente do acidente aéreo da Chapecoense, morreu após sofrer um infarto enquanto jogava futebol. Ele foi levado ao Hospital Regional de Chapecó, mas não resistiu.

O narrador costumava jogar pelada às terças-feiras. Na partida de hoje, se sentiu mal e precisou ser socorrido. Um helicóptero pousou no campo, no interior de Chapecó, para prestar apoio. Rafael foi levado por via terrestre, pelo Samu, para o hospital. Pouco tempo depois de dar entrada no hospital sua morte foi confirmada.

Hoje mais cedo, apresentou normalmente seu programa na Rádio Oeste Capital FM. Amanhã, estava previsto para narrar a partida entre Chapecoense e Criciúma, válida pela Copa do Brasil.

Henzel foi um dos seis sobreviventes do voo LaMia 2933. O avião, que levava a delegação da Chapecoense para a Colômbia, caiu no dia 28 de novembro de 2016 próximo ao aeroporto na cidade de Rionegro e matou 71 pessoas.

Em junho de 2017, o jornalista publicou o livro “Viva Como se Estivesse de Partida” e mais tarde começou a dar palestras motivacionais.

Em nota no Twitter, a Chapecoense disse que Rafael narrou, de forma excepcional, a história do time durante a sua brilhante carreira.

“Tornou-se um símbolo da reconstrução do clube e, nas páginas verde e brancas desta instituição, sempre haverá a lembrança do seu exemplo de superação e de tudo o que fez, com amor, pelo time, pela cidade de Chapecó e por todos os apaixonados por futebol. Desejamos, de todo o coração, que a família tenha força para enfrentar mais um momento tão difícil e esta perda irreparável. Os sentimentos e as orações de todos os chapecoenses, torcedores e ouvintes, estão com vocês”.

Compartilhe no Whatsapp !
Tags : Destaque