close

CRAS de Castilho distribui verduras para quase 200 famílias via CONAB

thumbnail_IMG_0834

CASTILHO – A aposentada Margarida Teixeira dos Santos é uma das 170 famílias beneficiadas pela distribuição gratuita de verduras e legumes em Castilho. “Isso daqui é uma benção de Deus. O dinheiro que a gente ganha é curto e nem sempre temos condições de comprar. Com essa doação a gente já economiza na mercearia e na feira”, diz Margarida toda feliz com o beneficio. Ela levou para casa ao menos três maços de alface, almeirão e cheiro verde, além de outros três quilos abobrinha, pepino e berinjela.

De acordo com a Secretária Municipal de Assistência Social e Cidadania, Lilian Nascimento, esses alimentos são produzidos pela agricultura familiar dos assentamentos rurais de Castilho. “A Conab- Companhia Nacional de Abastecimento, compra dos produtores rurais de assentamentos agrários e repassa à Prefeitura para distribuição à população carente que participa dos programas sociais”, explica Lilian.

Entre as verduras e legumes adquiridos pela CONAB estão alface, almeirão, couve, rúcula, cheiro verde, abobrinha, mandioca, jiló, pepino, berinjela, quiabo e outros.

A dona de casa Briane Mariele de Souza Reis Moraes, moradora do bairro Laranjeiras, é outra beneficiária. Mãe de uma garota de três anos, diz que a filha é apaixonada por verduras. “Faço questão de vir toda quarta-feira buscar porque além de ajudar muito, sei que minha filha gosta e é muito bom prá ela”. Briane destacou ainda a qualidade das verduras. “A maioria dessas verduras estão até mais bonitas do que aquelas expostas para vendas no mercado”, garante a dona de casa. Quem também concorda com esta opinião é a autônoma Gracielli Nogueira dos Santos. “A gente recebe as verduras e legumes aqui sempre bem fresquinhos. Parece que foram colhidos na hora. Também concordo que são de excelente qualidade. Isso daqui ajuda muito e é bem mais saudável para nossa alimentação”, enalteceu.

Segundo Margarida Lopo, assistente social do CRAS, as famílias recebem essas doações toda semana, às quartas-feiras, das 9h às 11h. “Depois desse horário não fazemos mais entrega”, alerta. Havendo sobra, a doação segue para o Projeto Renascer, Casa Abrigo ou até mesmo para creches e escolas municipais.

Para ter direito ao benefício é preciso que as famílias sejam cadastradas no CadÚnico e sejam assistidas pelos programas sociais da Prefeitura. “A gente faz uma triagem (avaliação técnica), e quando constata que de fato aquela família atende aos critérios e que vive em situação de vulnerabilidade, ela recebe uma carteirinha e passa a ter direito as verduras”, explica a assistente social.

Mais do que apenas entregar os alimentos para quem realmente precisa, a Secretaria de Assistência Social e Cidadania desenvolve uma atividade educativa e humanizada com todos beneficiários. Enquanto as famílias aguardam a liberação das verduras e legumes, a equipe técnica do CRAS realiza mini-palestras e exibe vídeos com orientações de uma alimentação saudável, bem como dicas para aproveitamento correto do alimento, evitando o desperdício.

Compartilhe no Whatsapp !
Tags : Destaque