close

Castilhense é nomeado diretor de Itaipu pelo presidente Temer

thumbnail_JOAO CARRAPICHO 3

CASTILHO – O castilhense João Pereira dos Santos,56, conhecido como João Carrapicho, foi nomeado pelo presidente Michel Temer como diretor administrativo de Itaipu. Irmão adotivo do contador da prefeitura de Castilho, Alberto Nunes, o novo diretor de Itaipu foi criado por seu padrinho Manoel Nunes de Souza e Hostelina Andrade de Souza.

Na juventude, “João Carrapicho” trabalhou como entregador do supermercado Brito. “Na época era com bicicleta cargueira”, recorda sua cunhada e madrinha de casamento Maria José de Melo Souza. Ele também foi atendente na antiga mercearia do Adão.

Para Alberto Nunes foi motivo de orgulho ao saber da nomeação do irmão para o cargo de diretor de Itaipu. “É uma pessoa que saiu buscando uma melhoria de vida e conseguiu chegar até a maior hidroelétrica do Brasil”, citou.

Para sua cunhada, valeu todo esforço. “É importante. Ele lutou muito para conseguir este espaço. Era dedicado e comprometido para realizar os projetos de Itaipu”, comentou Maria José.

Além de Alberto Nunes, João também tinha como irmãos Gilberto Andrade de Souza e Albertina Nunes de Souza, José dos Santos, Odete e Osvaldo. João saiu de Castilho no início da década de 80. Em 1989 casou-se com a Márcia Helena – com quem teve três filhos: Juliany, Priscila, Samuel.

DECRETO – A publicação da nomeação saiu no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (16). O castilhense João Pereira dos Santos assume no lugar de Marcos Baumgärtner, que deixa o cargo já como assistido da Fibra. O decreto é assinado pelo presidente da República, Michel Temer, e pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. O mandato vai até 16 de maio de 2022.

Essa é a primeira vez que um empregado aposentado assume uma diretoria de Itaipu. João Pereira volta para a empresa dois anos e quatro meses após se aposentar. Ele trabalhou por 34 anos na usina. “Esse é um retorno bem-sucedido, que quero cumprir com muita responsabilidade. É um orgulho para mim voltar para essa casa, onde trabalhei por mais de três décadas e fui muito feliz”, diz. A posse no novo cargo está marcada para segunda-feira (19), em Curitiba.

O novo diretor administrativo tem 56 anos de idade e havia se despedido de Itaipu em outubro de 2015. Seu último cargo foi assistente da Diretora Administrativa. Era braço-direito do diretor administrativo, Edésio Passos. Mas a história de João Pereira com a empresa vem desde 1981, quando começou a trabalhar na construção da obra como montador pela empresa terceirizada Unicon. Foi amarrado por cabos de segurança que ele se equilibrava nas alturas, vendo o gigante de aço e concreto tomar forma na fronteira do Brasil com o Paraguai.

A SAGA – De ex-barrageiro a aposentado e, agora, diretor administrativo, foi uma longa jornada. Em 1981 veio para Foz do Iguaçu, exatamente para trabalhar na construção de Itaipu. Sua primeira casa foi o alojamento B-12, um dos muitos onde hoje está instalado o Parque Tecnológico Itaipu (PTI). Mas o sonho da contratação como empregado chegaria mais tarde.

Em 1984, João fez teste na Caeeb/Itaipu para escriturário e entrou para o quadro próprio. Em julho do mesmo ano, passou no vestibular da Facisa (hoje Unioeste), para o curso de Administração.

Na Itaipu, atuou como em atividades administrativas na área de RH (de 1984 a 2004), foi gerente da Divisão de Planejamento e Atividades Especiais da Superintendência de Segurança Empresarial (2006 e 2007); gerente do Departamento de Serviços Gerais (2007 a 2009) e assistente do diretor administrativo (entre 2009 e 2015). Depois de Itaipu, atuou ainda como secretário de Administração e Gestão de Pessoas, na Prefeitura de Foz do Iguaçu, em 2016

Compartilhe no Whatsapp !
Tags : Destaque