close

OAB aciona Polícia para investigar exercício ilegal da advocacia

betreil_chagas1-300×225

Na tarde de segunda-feira, dia 24, a diretoria da OAB de Andradina registrou Boletim de Ocorrência no 2° Distrito Policial para apurar a prática de crimes de exercício ilegal da profissão e de infrações administrativas, como a captação ilegal de clientela.

Durante o final de semana, foram feitas várias denúncias de que um advogado estaria ligando para um grupo de pessoas para participarem, nesta semana, de reunião no Hotel Guanabara, para tratar de assuntos relacionados a ações de expurgos inflacionários.

Ao visitar o local, o Presidente da OAB, Betreil Chagas, constatou que o responsável pela reunião, o Sr. Márcio Bezerra, estava atendendo a população de Andradina e região prestando diversos esclarecimentos jurídicos, colhendo assinaturas em procurações e etc, sem o devido registro profissional.

Indagado, o Sr. Márcio respondeu que é funcionário do INCPP (Instituto Nacional dos Investidores em Caderneta de Poupança e Previdência), que trabalha em todo o Brasil com ações de expurgos inflacionários.

Diante da situação anormal, o Dr. Betreil Chagas abriu representação junto a OAB local para averiguar a captação ilegal de clientela e também registrou boletim de ocorrência para investigar o exercício ilegal da profissão.

O OAB de Andradina adverte os munícipes sobre o perigo de contratar a prestação de serviços jurídicos de pessoas que não tem registro profissional.

Legenda: Betreil Chagas, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, subseção Andradina
Foto: DIVULGAÇÃO

Compartilhe no Whatsapp !